As 10 Maiores Bilheterias do Primeiro Trimestre de 2019

As 10 Maiores Bilheterias do Primeiro Trimestre de 2019


Sim, meus amigos, o ano de 2019 já passou de seu primeiro trimestre. Num piscar de olhos, os primeiros três meses do ano já foram embora. E com eles algumas dezenas de lançamentos nos cinemas. Muita água ainda vai rolar, em especial com a chegada de Shazam! e Vingadores: Ultimato ainda este mês.

Pensando nisso, o CinePOP resolveu revisar para você os três primeiros meses do ano em questão de lucro. Nas maiores bilheterias dos primeiros meses podem estar filmes que se manterão fortes o suficiente para aguentar e perdurar no top dez ao longo de 2019 – e muitos irão cair pelo caminho. Então, sem mais delongas, vamos conhecer os maiores filmes do ano até o momento.

Obs. Antes de começarmos a lista vale dizer que o recém-lançado Dumbo, live action da Disney dirigido por Tim Burton, mesmo estando em cartaz há apenas alguns dias, chegou perto de entrar no top 10. O filme até o momento soma US$199.5 milhões, mas terminou em 11º lugar. Certamente, o longa irá figurar em posição melhor dentre os maiores filmes dos primeiros seis meses do ano – é só questão de tempo.

10 – Extreme Job

Aproveite para assistir:



O que? Você nunca ouviu falar sobre esse filme? Tudo bem, é compreensível. Como vem acontecendo nos últimos anos, o mercado cinematográfico da Ásia vem se fortalecendo tanto, que as produções de tais países (extremamente populosos) vieram ganhando cada vez mais espaço entre as bilheterias, fazendo frente ao mercado de Hollywood. E isso sem exportar seus filmes como os americanos fazem.

O que acontece é que os asiáticos vem se especializando em criar suas próprias superproduções, que em tal território terminam caindo tanto no gosto popular, de forma a superar os blockbusters norte-americanos. Em 2016 tivemos As Travessuras de uma Sereia; em 2017 foi a vez de Lobo Guerreiro 2; e ano passado, Operation Red Sea e Detective Chinatown 2 – todos figurando entre as 15 maiores bilheterias de seus respectivos anos pelo mundo. Agora, é a vez de Extreme Job, uma comédia de ação sul coreana, sobre um grupo de policiais disfarçados de donos de restaurante. O filme soma US$119.9 milhões pelo mundo.

9 – Amigos para Sempre

Se esta história é boa o bastante para ter se tornado uma das maiores bilheterias da França de todos os tempos, por que a façanha não se repetiria nos EUA? Remake de Intocáveis (que já ganhou inclusive uma versão argentina), o filme fala sobre a improvável amizade de um milionário tetraplégico e seu cuidador, um sujeito simples, mas cheio de atitude. Na versão original, Omar Sy era o funcionário e François Cluzet, o ricaço. Na adaptação, Kevin Hart é o personagem carismático, e Bryan Cranston, o sujeito paralisado. O elenco conta ainda com Nicole Kidman. A direção é de Neil Burger (Sem Limites). A refilmagem conseguiu US$120.4 milhões neste início de ano pelo mundo, e já estreou no Brasil.

8 – Escape Room

O terror é um dos gêneros mais lucrativos do cinema. Em geral, custa pouco para ser produzido e consegue arrastar verdadeiras multidões para as salas. Afinal, quem não gosta de sentir emoção. Na lista, teremos alguns exemplares, e este é o menos prestigiado e renomado – sem nomes famosos na frente e atrás das câmeras. Sua presença na lista, justamente por isso, impressiona. Lançamento da Sony que caiu no gosto popular, o filme foi muito comentado neste início de ano. A trama mistura Jogos Mortais com as populares salas de brincadeiras, nas quais os participantes precisam decifrar charadas para conseguir escapar. O thriller conseguiu impressionantes US$151.3 milhões pelo mundo e igualmente já passou por nossos cinemas.

7 – Nós

De uma produção de terror passamos para outra, bem mais prestigiada e elogiada. Nós despertou atenção simplesmente pelo fato de ser o novo trabalho de Jordan Peele, diretor de Corra!. E felizmente, o filme viveu para se mostrar extremamente satisfatório e bem confeccionado. Além disso, conta com uma performance “tomada” da musa Lupita Nyong´o. Na trama, uma família de férias em uma casa de praia, descobre uma realidade assustadora, quando encontram cópias malignas suas. Este é um item na lista que só tende a crescer, já que está em cartaz há pouco tempo e mesmo assim conseguiu entrar no top 10. Com o passar do tempo, a bilheteria do filme promete engordar, fazendo com que ele suba de posição. Nós já soma US$174.1 milhões pelo mundo. E claro, já está em cartaz no Brasil.

6 – Uma Aventura LEGO 2

É claro que a lista não estaria completa sem uma animação, e aqui temos a sequência do sucesso de 2014. Uma Aventura Lego pegou a todos de surpresa, se mostrando um filme realmente inventivo e repleto de humor e referências. O primeiro filme fez US$469.2 milhões ao redor do mundo. A sequência, igualmente elogiada, somou US$183.4 milhões, e ainda tem espaço para crescer, embora pouco, já que sua estreia ocorreu no início de fevereiro. O segundo Lego já passou por nossos cinemas.

5 – Vidro

Chegamos ao último e mais rentável (por enquanto) filme com elementos de terror e suspense da lista. Vidro é a tão aguardada continuação (ou seria terceira parte) de ambos Fragmentado (2017) e Corpo Fechado (2000). Com o filme, M. Night Shyamalan atingiu novamente status de diretor estrela, causando uma verdadeira comoção com seu lançamento. Embora tenha divido as opiniões, o filme arrecadou bons US$246.8 milhões ao redor do mundo, e também já esteve pelo Brasil.

Obs. O Reinado de Vidro como o terror do ano está ameaçado, já que temos fortes indícios de que Nós irá ultrapassá-lo em breve nas bilheterias mundiais.

4 – Alita: Anjo de Combate

Uma das primeiras superproduções de 2019, Alita era tido como filme problemático, já que foi adiado do ano passado para esse, e foi “jogado” em fevereiro, época em que os estúdios “desovam” suas sobras e obras duvidosas. Mas o que vimos foi um longa eficiente, criativo, recheado de ação e efeitos inovadores. Existe potencial para franquia e agora com a compra da Fox pela Disney, este produto poderá ser colocado para render mais cedo do que esperamos. Tomara. Alita fez US$402.7 milhões ao redor do mundo, e já estreou no Brasil.

3 – Como Treinar o Seu Dragão 3

Se a continuação de Lego não atingiu o esperado, está aqui uma sequência de animação que foi sinônimo de lucro e sucesso neste início de 2019. Com uma estreia no fim de fevereiro, o terceiro Como Treinar o Seu Dragão arrecadou meio bilhão de dólares ao redor do mundo. Com o resultado, esta trilogia animada se tornou uma das mais rentáveis da história recente do cinema, e só o tempo dirá se os envolvidos seguirão com novas ideias – é claro que sim. Levando em conta que até mesmo o encerramento perfeito de Toy Story foi revertido em nome de mais alguns rios de dinheiro, você acha que os produtores irão resistir em continuar esta série de grande sucesso? Como Treinar o Seu Dragão 3 fez US$502 milhões. E já passou por nossos cinemas.

2 – The Wandering Earth

Mais um filme, este com a medalha de prata, que você provavelmente nunca ouviu falar, certo? Pois é, este é mais um caso como o citado no primeiro item da lista. Trata-se de uma ambiciosa produção chinesa de ficção científica, recheada de efeitos visuais impressionantes. É uma pena que provavelmente este filme não chegará aos nossos cinemas. Os distribuidores brasileiros precisam perceber melhor o potencial destas obras grandiosas – e parar de lançar filmes de terror russos de quinta. Aqui, no futuro o sol começa a morrer, assim cientistas desenvolvem uma forma de levar a Terra à procura de um novo sistema solar. Esta viagem, no entanto, demonstrará grande perigo para a humanidade. O filme já soma US$697.4 milhões, em sua grande parte no mercado asiático. Simplesmente impressionante.

1 – Capitã Marvel

E você achava que o primeiro lugar seria outro? Se um filme da Marvel não estiver bem colocado entre os mais rentáveis do ano, algo de errado está acontecendo. Mesmo com toda onda de negatividade dos haters, o primeiro filme de uma super-heroína da casa se mostrou um tremendo sucesso neste início de ano. O que se mostra muito positivo é perceber que o amor continua a superar o ódio, e os fãs fizeram de Capitã Marvel um acerto retumbante. O filme não é perfeito, mas é bom o suficiente e se tornou a produção mais vista neste primeiro trimestre de 2019. Com um pouco menos de um mês em cartaz, a superprodução se aproxima da barreira do bilhão. Se romper esta barreira, Capitã Marvel será a sétima produção da casa a realizar tal feito, depois de Vingadores (2012), Homem de Ferro 3 (2013), Vingadores: Era de Ultron (2015), Capitão América: Guerra Civil (2016), Pantera Negra (2018) e Vingadores: Guerra Infinita (2018). O filme já fez US$992.6 milhões e está em cartaz no Brasil.


Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c