Netflix está investindo em peso em inúmeros conteúdos originais e, em breve, ela irá presentear os fãs com a aguardada e ambiciosa série live-action deAvatar: A Lenda de Aang.

Agora, uma nova imagem de bastidores viralizou nas redes sociais apresentando Maria Zhang como Suki, líder de um dos grupos das Guerreiras de Kyoshi, do Reino da Terra.

Confira:



O elenco também é formado por Gordon Cormier (Aang), Kiawentiio Tarbell (Katara), Ian Ousley (Sokka), Dallas Liu (Zuko) e Daniel Dae Kim (Ozai).

Recentemente, a gigante do streaming também contratou outras quatro atrizes para o elenco: Elizabeth Yu como Azula; Tamlyn Tomita como Yukari; Yvonne Chapman como a Avatar Kyoshi; e Casey Camp-Horinek como Gran Gran.

Aproveite para assistir:

Anteriormente, o roteirista e showrunner Albert Kim explicou ao Comicbook porque se interessou em adaptar a animação para a TV.



Kim disse que ficou viciado na animação quando sua filha insistiu que ele assistisse durante a exibição original na Nickelodeon.

Desde aquela época, ele sentiu que o desenho tinha potencial de se tornar uma grande produção em live-action.

Além disso, ele percebeu que poderia contar histórias que estavam nas entrelinhas do material original, respondendo perguntas que permaneceram na mente dos fãs após o fim da animação.

“15 anos depois da transmissão original da animação, eu fui pego de surpresa quando a Netflix me ofereceu a oportunidade de desenvolver a série live-action. Meu primeiro pensamento foi: ‘Por quê? O que eu poderia acrescentar à história? Se não está quebrado, o que há para consertar?”

Ele continuou:

“Enquanto eu pensava nisso, percebei que havia coisas importantes a descobrir, e uma versão live-action estabeleceria um novo referencial em representação, além de atrair uma nova geração de fãs. Esta foi uma chance de mostrar os personagens asiáticos e indígenas como pessoas vivas que respiram.”

Por fim, Kim deixou claro que irá respeitar o material original.



“Estaremos expandindo este universo e haverá muitas surpresas para os antigos e novos fãs. Mas, durante todo esse processo, nossa palavra de ordem tem sido ‘autenticidade’. Para a história, para os personagens, e principalmente para as influências culturais presentes no material original. Autenticidade é o que nos faz continuar, tanto na frente das câmeras quanto atrás dela, e é por isso que montamos uma equipe nunca vista antes – um grupo de talentosos e apaixonados artistas que trabalham sem parar para dar vida a este mundo rico e incrivelmente belo.”

O 1º episódio de ‘Avatar: A Lenda de Aang‘ foi exibido na Nickelodeon em 2005 e, mesmo quase duas décadas mais tarde, a animação continua extremamente popular.

Lembrando que a trama da animação é ambientada num mundo parecido com o nosso, no qual as pessoas podem manipular os elementos da Terra, da Água, do Fogo e do Ar (conhecidos como dobradores) e, durante muito tempo, viveram em paz em suas próprias regiões – até uma delas dar início a uma guerra. Um desses dobradores, conhecido como Avatar, era o único que poderia impedir o conflito, mas desapareceu pouco depois e retornou 100 anos no corpo de Aang.

Além de ser uma queridinha do público, Avatar: A Lenda de Aang levou para casa diversas estatuetas do Emmy e diversos Annie Awards por sua competente história e seu design. Em 2010, ganhou uma versão em live-action dirigida por M. Night Shyamalan que, apesar de ter feito quase US$320 milhões nas bilheterias, foi um fracasso de crítica devido à narrativa absurda e à superficialidade de seus temas.

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: