Outubro finalmente chegou – e é claro que o mês mais místico do ano já abriria com diversos lançamentos incríveis no cenário fonográfico. Dentre os principais destaques desta última semana, temos o retorno de Demi Lovato para uma poderosa balada de superação intitulada “Still Have Me” e Isabela Merced e Danna Paola se reunindo para a colaboração “Don’t Go”.

Como se isso não fosse o bastante, o icônico grupo de K-pop BLACKPINK finalmente fez sua estreia com a obra The Album, enquanto Melanie C, depois de lançar diversas músicas incríveis, também lançou seu álbum homônimo, acompanhada de Dolly Parton com sua aguardada investida natalina e Mariah Carey com o compilado The Rarities.

Confira a nossa lista abaixo:

MÚSICAS

“THE CHANGE”, JoJo



Fazia um longo tempo desde que JoJo fez seu massivo sucesso “Too Little Too Late” e, em 2020, resolveu ressurgir na indústria com o álbum ‘Good to Know’. Meses depois de conquistar novamente o coração da crítica e da pública com um interessante trap-pop, a artista deu vida à semi-balada “The Change”, explorando incríveis vocais e entregando uma narrativa de superação e de amadurecimento.

Aproveite para assistir:



“DURA NA QUEDA”, Ivete Sangalo

Ivete Sangalo, uma das grandes rainhas da música brasileira, não apenas fez um glorioso retorno com o sensual e dançante single “Dura na Queda”, como também fez sua estreia diretorial com o videoclipe oficial dessa semi-balada romântica que fala sobre autonomia em tempos de crise.

“DON’T GO”, Isabela Merced, Danna Paola

O EP ‘the better half of me’ foi uma das melhores produções do ano até agora e colocou Isabela Merced no centro dos holofotes mais uma vez. Pouco antes do ano finalmente terminar, Merced uniu-se a Danna Paola para a colaboração “Don’t Go”, um dueto sem precedentes e que drena os melhores elementos da salsa e do reggaeton e nos convida para a pista de dança para uma jornada fantástica.



“STILL HAVE ME’, Demi Lovato

Demi Lovato atingiu um novo patamar após mostrar sua vulnerabilidade artística e pessoal com “Anyone” durante a cerimônia do Grammy 2020. Após diversas colaborações e canções impecáveis, que, de fato, temperam sua conturbada jornada como um dos ícones da música contemporânea, ela decidiu mergulhar ainda mais fundo em seus ressentimentos com “Still Have Me”, que fala sobre o término de seu relacionamento com o noivo Max Ehrich.

“LEVITATING”, Dua Lipa, DaBaby

Dua Lipa lançou um dos melhores álbuns do ano com ‘Future Nostalgia’ – e o revisitou com a monotonia barata de ‘Club Future Nostalgia’ algumas semanas atrás. Agora, chegou a vez da cantora e compositora lançar uma nova versão de “Levitating” ao lado do rapper DaBaby que se provou como uma interessante e divertida colaboração.



ÁLBUNS

THE ALBUM’, BLACKPINK

BLACKPINK finalmente lançou seu álbum de estreia nos últimos dias e, ao longo de breves oito faixas, parece ter causado uma impressão positiva com seus fãs e com a crítica especializada. A produção conta com os singles “Ice Cream”, com Selena Gomez, e “How You Like That”, além de uma parceria com a rapper vencedora do Grammy Cardi B.

2020’, Bon Jovi

Acompanhado de nada menos que quatro singles promocionais, Bon Jovi brincou com as evocações metalinguísticas com a divulgação de 2020, seu 15º álbum de estúdio, cuja data de estreia estava anteriormente marcada para maio. O CD é o primeiro compilado de originais desde 2016 com ‘This House Is Not for Sale’ e é composto por dez faixas na versão padrão.



A HOLLY DOLLY CHRISTMAS’, Dolly Parton

Antecipando a comédia musical ‘Christmas on the Square’, da Netflix, a lendária Dolly Parton seguiu os passos de Carrie Underwood e já resolveu celebrar as festividades de fim de ano com A Holly Dolly Christmas. Com covers de clássicas canções natalinas e algumas faixas originais, o álbum traz participações especiais como a afilhada Miley Cyrus, Jimmy Fallon, Michael Bublé e Willie Nelson.

MELANIE C’, Melanie C



Para seu oitavo álbum de estúdio – e o primeiro em nada menos que quatro anos -, Melanie C apostou na sonoridade vibrante dos anos 1980 e 1990 e resgatou suas raízes artísticas com canções como “Blame It On Me” (um dos highlights do ano), “In and Out of Love” e, mais recentemente, “Fearless” (para a qual se reuniu com Nadia Rose).

THE RARITIES’, Mariah Carey

Mariah Carey sempre nos deixa ansiosos e animados quando anuncia seu retorno para o mundo da música – e, ainda que não tenha investido seus esforços para faixas fresquinhas, ao menos entregou um compilado de suas clássicas canções como parte da celebração dos trinta anos de seu début. The Rarities conta com a versão padrão, composta por 15 faixas, e com uma versão especial japonesa que traz mais 17 tracks.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE