‘Capitã Marvel’: Codiretor fala sobre a possibilidade de termos uma heroína gay do MCU

‘Capitã Marvel’: Codiretor fala sobre a possibilidade de termos uma heroína gay do MCU



Desde que ‘Capitã Marvel’ foi lançado, alguns fãs têm torcido para que ela seja revelada como a primeira super-heroína gay da Marvel nos cinemas. Agora, o codiretor do filme, Ryan Fleck, comentou se ele e Anna Boden (que também dirigiu o filme) consideraram explorar sua sexualidade…

Capitã Marvel’ não apresentou nenhum tipo de sub-trama romântica para Carol Danvers, mas com Brie Larson falando abertamente sobre a necessidade da representatividade no MCU e com os Irmãos Russo prometendo um super-herói gay, um grande número de fãs espera que Carol Danvers ocupe esse espaço.

Nada foi confirmado a esse respeito, mas durante uma entrevista para o Comic Book, Ryan Fleck respondeu se já pensou em explorar a sexualidade da personagem no filme:

“Essa era uma daquelas coisas quando estávamos na fase de escrita, e o céu era o limite. O filme poderia ser qualquer coisa, estávamos discutindo: ‘Vamos dar algum tipo de relacionamento romântico para ela?’ Não foi como se houvesse uma necessidade em insistir nessa possibilidade, eu apenas me foquei na história que estávamos contando, sabíamos que era uma história de autodescoberta e queríamos uma amizade entre ela e Maria. Para nós, não havia espaço para qualquer enredo romântico, eu sei que as pessoas tiraram suas próprias conclusões sobre isso e eu acho que parte da diversão de fazer esses filmes é que eles se tornam os filmes do público. Os fãs podem criar qualquer tipo de narrativa que quiserem fora da tela. Para nós, como contadores de histórias, é uma amizade e uma história sobre auto-descoberta.”

É claro que o cineasta foi cuidadoso ao escolher suas palavras, mas não quer dizer que a ideia esteja fora de opção.



Aproveite para assistir:


COMENTÁRIOS