Conheça os Próximos Filmes de Tom Holland, o novo Homem-Aranha dos Cinemas

Conheça os Próximos Filmes de Tom Holland, o novo Homem-Aranha dos Cinemas



Homem-Aranha: Longe de Casa está em cartaz nos cinemas pelo mundo e já se tornou um dos grandes sucessos do ano. Recentemente, foi reportado que o novo longa do herói bateu a marca de US$1 bilhão em bilheteria mundial, entrando assim para o seleto clube das superproduções mais rentáveis da história.

Fora isso, o filme se tornou o terceiro mais rentável do ano até o momento, passando Aladdin (que também rompeu a barreira do bilhão) e o mais lucrativo protagonizado pelo super-herói escalador de paredes – ultrapassando Homem-Aranha 3 (2007), que guardava tal título. Grande parte do sucesso da produção está no carisma de seu intérprete, o jovem britânico Tom Holland, de 23 anos.

Pensando nisso, o CinePOP revela para você os próximos filmes deste novo astro de Hollywood. Se você é fã do rapaz como nós, anote e não esqueça de comentar qual destes você está mais ansioso para assistir. Vem conhecer.

Um Espião Animal (2019)

Além de ser o Homem-Aranha em Longe de Casa, lançado há pouco tempo nos cinemas, Tom Holland tem mais uma produção estreando ainda este ano. Trata-se da nova animação da Fox Um Espião Animal (Spies in Disguise). Aqui o sonho de se ter um 007 negro se torna realidade, com um agente secreto nos mesmos moldes, com a voz de Will Smith. O problema é que ele se transforma num pombo. Holland empresta a voz para o “Q” da vez, um jovem nerd especialista em bugigangas. O longa estreia em dezembro nos EUA, mas só chega por aqui em janeiro do ano que vem.

A Viagem do Doutor Dolittle (2020)

Aproveite para assistir:


Querem ver Peter Parker encontrando com seu mentor Tony Stark mais uma vez? Bom, poderão fazê-lo neste filme. Isto é, não exatamente. Aqui temos o encontro do protagonista Robert Downey Jr. com a voz de Tom Holland. E se o título deste filme te fez lembrar de uma comédia infantil com Eddie Murphy, saiba que o filme de 1998 protagonizado pelo comediante é na verdade uma espécie de refilmagem do clássico O Fabuloso Doutor Dolittle (1967), baseado num livro e indicado para nada menos que 9 Oscar (ganhador de efeitos e canção), incluindo melhor filme. O qual este novo filme com Downey irá se aproximar mais. A premissa segue a mesma: um médico descobre o dom de falar com animais. No filme, Downey vive o protagonista, enquanto Holland cede a voz para o cachorro Jip. Será que vem Oscar? A estreia no Brasil e EUA é em janeiro, bem a tempo da época de premiações.

The Devil All the Time (2020)

Também em fase de pós-produção e com estreia programada para o ano que vem (ainda sem data definida) direto na Netflix, este suspense dramático traz Holland ao lado de um verdadeiro timaço de jovens atores. Veja só esta lista: Robert Pattinson (o novo Batman), Mia Wasikowska (Alice no País das Maravilhas), Sebastian Stan (o Soldado Invernal) – que substituiu o colega Chris Evans (o Capitão América), Jason Clarke (Planeta dos Macacos: O Confronto), Haley Bennett (A Garota no Trem), Riley Keough (Mad Max: Estrada da Fúria), Eliza Scanlen (Objetos Cortantes) e Bill Skarsgard (o Pennywise de It em pessoa). A trama, baseada num livro, segue um grupo de estranhos personagens desde o fim da Segunda Guerra Mundial até a década de 1960, pelo cenário rural dos EUA.

Chaos Walking (2020)

Produção aguardada e problemática, esta ficção científica vem sendo muito anunciada. O longa do diretor Doug Liman (No Limite do Amanhã) sofreu com atrasos e refilmagens, mas chama muita atenção por juntar Tom Holland com outra atriz do momento, a inglesinha Daisy Ridley (a Rey dos novos Star Wars). A trama desta ficção de alto conceito apresenta um mundo sem mulheres, no qual todos os habitantes conseguem ver um o pensamento do outro. A personagem de Ridley pode ser a chave para as respostas deste nada admirável novo mundo. O longa, programado para o ano que vem, ainda não possui data de estreia definida, mas já se encontra em fase de pós-produção.

Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica (2020)

Grande lançamento de animação da Disney e Pixar para o ano que vem, Onward (no original) é a sátira ao mundo de conto de fadas da casa, assim como Shrek, da Dreamworks, fez lá atrás em 2001. Aqui, no entanto, uma modernizada no gênero coloca as criaturas tendo seu mundo evoluído e se tornando… bem, o nosso. O lance é mostrar como seria o mundo mágico de criaturas místicas se ele ganhasse tecnologia como carros, aviões, casas, eletrodomésticos e tudo que forma nossa sociedade. O protagonista é um jovem elfo, que tem a voz de Tom Holland. E mostrando que fica difícil os atores da Marvel não se cruzarem quase sempre, aqui o Homem-Aranha encontra o Senhor das Estrelas (Chris Pratt) na dublagem. A estreia é no dia 5 de março do ano que vem no Brasil. O longa ainda está sendo produzido, em fase de “filmagem”.

Uncharted (2020)

Com estreia programada para dezembro do ano que vem, esta é a adaptação de um famoso vídeo game. A pergunta que fica é: conseguirá quebrar a maldição dos filmes baseados em jogos eletrônicos no cinema? Ainda sendo desenvolvido, em fase de pré-produção, o filme narra as aventuras de um explorador, uma espécie de versão masculina de Lara Croft, chamado Nathan Drake. E para quem está achando estranho o sujeito durão ganhar as formas do jovem Tom Holland, saiba que está é uma história de origem, uma pré-sequência dos jogos, que traz uma versão ainda novata do personagem, dando seus primeiros passos na carreira. Uma ideia interessante para se diferenciar dos games. A direção é de Dan Trachtenberg, do ótimo Rua Cloverfield, 10 (2016). Além disso, Bryan Cranston está ligado ao projeto.

Cherry (2020)

Este é o último projeto confirmado do jovem ator até o momento, igualmente em fase de pré-produção para a estreia no ano que vem, com data ainda não confirmada. E para quem estava achando muita coincidência o encontro de Holland com diversos colegas do universo cinematográfico Marvel, saiba que não são só os atores que irão se encontrar, já que nesta produção, ele será dirigido por ninguém menos que os irmãos Russo, responsáveis pelos últimos filmes dos Vingadores. Com toda pompa de premiações, o longa é um drama baseado num livro, e mostra um médico do exército que após passar por um estresse pós-traumático, se viciar em drogas e ficar devendo dinheiro, resolve se transformar em ladrão de bancos, numa série de assaltos. No mínimo curioso. Será que vem prêmio para o rapaz?



COMENTÁRIOS