Crítica 2 | Os Farofeiros - Quando as piadas do cotidiano dão certo

Crítica 2 | Os Farofeiros - Quando as piadas do cotidiano dão certo

Nota:

Sim, estamos acostumados a cada ano que passa, assistirmos nos cinemas brasileiros, comédias nacionais repletas de situações tragicômicas, diálogos ‘stand up comedy’, personagens que se assemelham filme após filme. Os Farofeiros, novo trabalho do campeão de bilheteria Roberto Santucci, tem uma estrutura parecida com outros trabalhos do competente cineasta brasileiro, porém, com a vantagem de que dessa vez as piadas funcionam na maior parte do tempo, muitas dessas por um inspirado humorista que enfim recebe uma chance nos cinemas, Mauricio Manfrini, o conhecido Paulinho Gogó.

Na trama, conhecemos quatro amigos, de classe média, com personalidades diferentes que trabalham juntos a mais de uma década em uma empresa que está passando por problemas, pela crise do país. Alexandre (Antônio Fragoso), acaba de conseguir o cargo de gerente e após a volta das férias precisará demitir um de seus amigos: Lima (Maurício Manfrini), Rocha (Charles Paraventi) ou Diguinho (Nilton Bicudo). Mas antes disso, os quatro embarcam em uma viagem de férias ao lado de seus familiares e muitas confusões, além de situações tragicômicas estão o esperando.

Quem nunca embarcou em uma viagem onde muitas coisas não deram certo? Pensando em resgatar essas memórias do espectador, Os Farofeiros consegue se aproximar da realidade de muitos, mesmo com os exageros que aparecem em algumas comédias nacionais, transformando simples diálogos em situações bastante engraçadas. É muito difícil não rir na maior parte do tempo. Aquelas conversas de bar entre amigos sobre a mulher do conhecido, sobre a inveja ao homem bonito, aquelas zoações do cotidiano,  são munições do roteiro escrito pela dupla Paulo Cursino e Odete Damico. Um dos méritos da produção é que não há um forte protagonista, todo mundo é um coadjuvante competente, emprestando a força do seu respectivo personagem para o bom ritmo da trama.



Mas, todo filme tem um destaque. Nesse, o comediante, conhecido por um emblemático personagem do programa A Praça é Nossa, e que cansou de lotar teatros pelo Brasil com seu show de comédia, recebe a oportunidade de participar de um filme e passa com louvor no teste. Mauricio Manfrini consegue um aproveitamento gigantesco no encaixe do seu personagem, ele dita o ritmo da comédia. Conhecido por muitos como Paulinho Gogó, executa um humor bastante envolvente que agrada a todos os públicos.

Os Farofeiros é uma comédia nacional que podemos dizer (finalmente, exceto poucas outras) que realmente é engraçada. Vai conseguir agradar a muitos públicos. Mesmo a turma que só gosta do ‘cinema de arte’ deve dar uma chance a essa comédia, pode se surpreender bastante e se deliciar com um verdadeiro show de um dos maiores humoristas do Brasil.





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c