segunda-feira, abril 15, 2024

Crítica 2ª temporada de ‘What If…?’ | Com vibe de ‘Corrida Maluca’, quarto episódio é entretenimento honestíssimo

[ANTES DE COMEÇAR A CRÍTICA, FIQUE CIENTE QUE ELA CONTÉM SPOILERS]

Se você ainda não assistiu o quarto episódio da segunda temporada de What If…?, evite esta matéria, pois ela contém revelações sobre a trama.

Tem duas coisas na Cultura Pop que sempre causam encantamento nos fãs, independentemente de qual franquia seja. A produção pode ser a pior possível, mas basta inserir ao menos uma dessas duas coisas para elas roubarem completamente a atenção e render até mesmo alguns elogios. São elas: dragões e corridas automobilísticas.

E o quarto episódio, que supostamente foi feito para explicar a origem da Gamora dos Guardiões do Multiverso, insere ninguém menos que Tony Stark, o Homem de Ferro, para estrelar mais uma corrida memorável do MCU. A trama gira em torno de um Tony que não retornou para a Terra após derrotar os Chitauri. Perdido no espaço, ele vai parar em Sakaar, o planeta-lixão apresentado em Thor: Ragnarok (2017). Por lá, o gênio, playboy, bilionário e filantropo toma conhecimento dos abusos do Grão-Mestre (Jeff Goldblum) e decide colocar o destino do planeta em uma corrida ao melhor estilo Mad Max. Ah sim, no meio disso entra a Gamora, mas ela tá lá só porque lembraram que ela não tinha uma história de origem na primeira temporada. Pois bem, extremamente compromissado com o entretenimento, o manda-chuva de Sakaar topa o desafio e dá início a uma corrida maluca cheia de trapaças e vigarices.

Como eu disse antes, é realmente muito difícil você fracassar usando o trunfo da corrida. Por mais simples que seja o episódio, é muito divertido ver os carros exóticos, as armas que cada um traz, o reflexo das personalidades dos pilotos nas máquinas. Enfim, é entretenimento puro. E com o capítulo sendo protagonizado pelo Stark (Mick Wingert) e pelo Grão-Mestre, tudo fica ainda melhor. Sério, eles conseguiram convencer o Jeff Goldblum a reprisar o papel, então é meia hora dele falando todo tipo de groselha, mas em versão animada. É fantástico. Junto a eles, Taika Waititi retorna como Korg e segue com suas ações e piadas sem-noção.

E o mais interessante disso tudo é que houve uma época em que os boatos eram de que o final de Homem de Ferro 3 (2013) mostraria o Tony indo para o espaço pra introduzir os Guardiões da Galáxia. Como todos sabemos, não foi assim que as coisas rolaram no MCU, então esse episódio vem pra dar um gostinho do caos que poderia ter sido caso os rumores fossem verdade.

Não deixe de assistir:

Em meio a tantos episódios diferentões, esse aqui é de longe o mais honesto deles. É muito divertido, entretém bem demais e expande um universo bastante criativo, que é a arena de sacrifícios de Sakaar. O trunfo da corrida de carros… Ele é imbatível.

Vale lembrar também que a Lego lançou imagens prévias do brinquedo inspirado neste episódio. Na época, o pessoal não conseguiu visualizar bem, mas é sensacional. O funcionamento do automóvel e da nova armadura na série são bem de acordo com o que se vê no capítulo e deixa aquela vontade de ver algo desse tipo algum dia também nos cinemas. Esse Multiverso Marvel é riquíssimo e seria perfeito se as telonas aproveitassem mais desses momentos aleatórios.

A Lego vazou o modelo de carro que Tony Stark usa na corrida espacial valendo o futuro do planeta-lixão Sakaar.

Os episódios da segunda temporada de What If…? estreiam diariamente até o dia 30 de dezembro, somente no Disney+.

Mais notícias...

Pedro Sobreirohttp://cinepop.com.br/
Jornalista apaixonado por entretenimento, com passagens por sites, revistas e emissoras como repórter, crítico e produtor.

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS