UM EPISÓDIO COM TOQUES DE LULU SANTOS

 

Segundo um amigo meu do Face (realmente não me lembro quem foi, vai desculpando aí!), as lutas e batalhas deste 8º episódio de Game Of Thrones – GoT foram no estilo Lulu Santos, “deixa assim ficar subentendido”. Pelo trailer do episódio, muita briga iria rolar. Mas, ou a batalha não aconteceu ou, realmente, ficou no subentendido.

Pela frase da Cersei (Lena Headey) no trailer, escolhendo a guerra, esperava algo como um massacre ou o início de uma guerrilha. Tivemos apenas um soldado da Fé Militando morto pelo Montanha (Hafþór Júlíus Björnsson). Em compensação, Tommen (Dean-Charles Chapman) surpreendeu suspendendo o julgamento por combate. Há uma justiça nisso: se Ned Stark (Sean Bean) não teve direito a um, por que a Cersei, grande articuladora da morte dele, mereceria um?!

Game Of Thrones_GoT_T¨6_E8_Img4

Vimos uma tomada do ataque à Meereen, mas não assistimos o que a equipe da Khaleesi (Emilia Clarke) fez. Certamente, no próximo episódio, aparecerá o rescaldo dessa batalha. O que valeu mesmo foi a conversa entre Tyrion (Peter Dinklage), Missandei (Nathalie Emmanuel) e o Verme Cinzento (Jacob Anderson). Foi um dialogo saboroso. Como gosto de ver Tyrion sendo Tyrion.

Mesmo sem batalhas, o fim do cerco à Correrrio foi o melhor do episódio. Nem falo do desfecho melancólico, com Edmure Tully (Tobias Menzies) capitulando diante da chantagem de Jaime e a morte do Peixe Negro (Clive Russell) – em mais uma luta subentendida. O melhor mesmo foi a relação entre Jaime (Nikolaj Coster-Waldau) e Brienne (Gwendoline Christie). Esse reencontro gerou dos mais primorosos diálogos desta temporada; de cada palavra, brotava um misto de carinho, hesitação e certo ressentimento; e, principalmente, um desejo ambíguo, indefinível, que vagava entre o dever de cada um seguir suas missões e o desejo.

Game Of Thrones_GoT_T¨6_E8_Img1

10 filmes de terror no Amazon Prime Video para fugir dos problemas…

Aproveite para assistir:

10 Séries de Comédia para Maratonar nas Próximas Semanas

Arya (Maisie Williams) também teve sua luta subentendida. Sim, ela sobreviveu. E sim, seu algoz continuou a persegui-la. Foi uma perseguição muito bem dirigida, com bom ritmo, sempre localizando corretamente o espectador na cena. Ao final, a luta de espada foi num escuro subentendido, e nem ouvidos o tilintar das lâminas. Ao final, Jaqen H’ghar (Tom Wlaschiha) reconheceu Arya como uma ninguém. Mas, ela deu de ombros, falou seu nome complete, colocou a viola no saco e seguiu de volta para Winterfell – pobre coitada…

Game Of Thrones_GoT_T¨6_E8_Img3

A única luta que não ficou subentendida neste episódio foi a do Cão. Sandor (Rory McCann) matou muitos neste episódio. O relevante, contudo, foi seu encontro com Beric Dondarrion (Richard Dormer), que o convidou a se unir à irmandade sem bandeira.

Não foi dos episódios mais excitantes, porém, fiquei com uma pergunta: quais as consequências da tomada de Correrrio para o todo da história?  E, aproveitando que estamos no final de temporada, deixo aqui algumas apostas para os próximos episódios ou para as próximas temporadas: Cersei não conseguirá reverter sua queda, talvez acabe morta, e Margeary Tyrell (Natalie Dormer) tomará seu lugar; Daenerys dará por concluída seus estudos na escola de formação de líderes de Meereen, se unirá com os irmãos Greyjoy e seguirá para Westeros; Lady Stoneheart aparecerá, se não nesta, na próxima temporada.

E, aí, o que achou do episódio? Quem é melhor nas piadas, Tyrion, Missandei ou Verme Cinzento? Quais as suas expectativas para o 9º episódio? Vamos, comente, compartilhe e curta nossas redes sociais:

http://www.facebook.com/georgenor.franco

http://www.facebook.com/sitecinepop

15 Séries da Netflix Para Maratonar

15 Séries da Globoplay Para Você Maratonar

15 Séries da Amazon Prime Para Maratonar neste mês

10 reality shows insanos pra você que amou The Circle e Casamento às Cegas

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE