Crítica | The Widow - série com Kate Beckinsale tem fotografia espetacular

Crítica | The Widow - série com Kate Beckinsale tem fotografia espetacular

Nota:

A onda de artistas do cinema migrando para as séries de TV e/ou streaming só cresce cada vez mais. Prova disso está na atriz Kate Beckinsale (conhecida pelas produções Anjos da Noite) estreando uma nova série da Amazon Prime Video chamada The Widow (na tradução brasileira: A Viúva), após Julia Roberts realizar Homecoming, tendo esta última rendido indicações durante a temporada de prêmios. Mas hoje falaremos da citada em primeiro.

Criada por Harry Williams (Liar) e Jack Williams (Retribution), em The Widow acompanhamos a busca de uma mulher para descobrir o misterioso desaparecimento do marido que acaba levando-a ao Congo, local este onde ela é forçada a procurar a verdade sobre o que aconteceu com o homem que ama e deparar-se com uma teia conspiratória maior do que imaginava.

Com uma abertura que conquista o espectador logo no episódio piloto, a série é um emaranhado de mistério, sedutor a qualquer fã de um bom enigma. Com diversas ramificações e cenários possíveis sendo apresentados, os primeiros capítulos nos deixam vidrados e curiosos para saber o que, de fato, aconteceu e está acontecendo. O roteiro trabalha com o presente e o passado, explicando tudo o que passou antes e resultou no agora, com uma dinâmica fácil de acompanhar.

Aproveite para assistir:



Um detalhe a se destacar a respeito do enredo da produção são os diversos plot twists com que conta. Em oito episódios, que variam entre 44 e 49 minutos, The Widow não passa um momento sem uma reviravolta de deixar qualquer espectador boquiaberto sem acreditar que não havia percebido o fato antes. É como se toda a construção fosse realizada para sempre surpreender e deixar quem a assiste sem sequer piscar, para não perder nada. É terminar um capítulo para já querer saber o que vai se desenrolar no próximo.

Em relação ao que compõe a história, Beckinsale está dando um verdadeiro show de atuação como a protagonista Georgia Wells, passando suas emoções com veracidade e mostrando que existe muito mais camadas da mesma com o passar das cenas. É intrigante fazer parte da jornada de Wells e descobrir junto com ela todas as bifurcações que fazem parte da trama da Amazon Prime Video. Em seguida é preciso destacar Alex Kingston como Judith Gray, Babs Olusanmokun como General Azikiwe, Shalom Nyandiko como Adidja e o veterano Charles Dance como Martin Benson, os quatro realizam um trabalho exemplar e entregam personagens singulares.

Dos oito capítulos, quatro têm a direção assinada por Oliver Blackburn (Prazeres Mortais), e os outros quatro por Samuel Donovan (Utopia), com ambos realizando um trabalho espetacular e congruente. Outro ponto que merece destaque é a belíssima fotografia com paisagens inesquecíveis do continente Africano. Além de darem espaço para artistas afrodescendentes, a criação dos Williams não hesita em mostrar alguns dos belos locais que fazem parte deste lugar do mundo.

The Widow é uma série de cunho investigativo/misterioso para beber numa golada só, pois é quase impossível assistir a um episódio e não ficar se corroendo de curiosidade para conferir o próximo. É como assistir a um filme de aproximadamente oito horas com direito a tudo de exemplar que uma produção pode oferecer. A Amazon Prime Video tem, cada vez mais, se igualado às qualidades das grandes produtoras de conteúdo para a TV.


Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c