Crítica | Vende-se Esta Casa - Suspense da Netflix é ASSUSTADORAMENTE ruim

Crítica | Vende-se Esta Casa - Suspense da Netflix é ASSUSTADORAMENTE ruim

Nota:

A Netflix acaba de lançar em seu serviço de streaming seu novo filme Original, ‘Vende-se Esta Casa’ (Open House), um suspense que custou apenas US$ 100 mil dólares e já desponta como um dos piores filmes de 2018, ano que mal começou.

Após várias séries de sucesso, a Netflix tem demonstrado dificuldade em encontrar filmes para disponibilizar em seu catálogo, e esta nova produção vai deixar bastante gente extremamente furiosa. É ruim no começo, meio... e é MUITO ruim no fim.

O filme tem como protagonista Dylan Minnette, o nosso adorado e extremamente lento Clay de '13 Reasons Why'. Minnette tem se especializado em estrelar produções de suspense, e já havia participado do ótimo ‘O Homem nas Trevas’. Seu critério para escolher seus papeis parece ser o mesmo: jovens que sejam lentos e passivos da situação em que são submetidos.



Em ‘Vende-se Esta Casa’, ele interpreta o adolescente Logan, que sai uma noite com seu pai para comprar leite e ovos e passa por uma chocante tragédia. Seu pai é atropelado na frente, deixando para traz a família endividada e desesperada sem ter onde morar.

Ele e a mãe se mudam para a casa de uma amiga, que está à venda. Eles podem passar um tempo lá, mas precisam sair uma vez por semana, quando a casa tem uma “Open House”, que é quando um corretor leva várias pessoas interessadas em adquirir o imóvel.

O roteiro preguiçoso de Matt Angel e Suzanne Coote, que também dirigem a produção, tenta fazer o melhor que pode com uma narrativa fraca que jamais deveria ter virado filme. É uma sucessão de equívocos e decisões erradas uma atrás da outra, com protagonistas que beiram a burrice em seus atos – parece um guia de coisas a não se fazer em um filme de suspense.

Em uma determinada cena, o protagonista tenta ligar pra emergência mas seu celular está sem o cartão SIM. Uma grande gafe, já que você consegue ligar para a emergência MESMO sem o cartão sim.

O filme falha em construir um suspense interessante, e demora a engatar. Quando engata, somos entregues a um dos piores finais da história do cinema, em uma decisão artística que parece mais com uma falta de orçamento para dar um final digno à produção.

A única coisa interessante do filme é seu elenco. Minnette, apesar de entregar mais um protagonista lento e passivo das situações, entrega uma boa atuação e uma interação interessante com Piercey Dalton – que interpreta sua mãe.

Vende-se Esta Casa’ é um filme fraco e preguiçoso, que parte de uma narrativa desinteressante e pouco elaborada. É um daqueles filmes que simplesmente não precisavam existir, e te fazem querer sua 1 hora e 40 minutos de vida de volta após o desfecho arrebatadoramente ruim. Não vale nem como um passatempo inofensivo.

 





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c