DC Comics deve manter dois universos compartilhados diferentes

DC Comics deve manter dois universos compartilhados diferentes



A Warner Bros. deve manter dois universos cinematográficos distintos da DC, com um deles reunindo seus filmes já lançados – como ‘Liga da Justiça‘ (2017) e ‘Esquadrão Suicida‘ (2016) – e outros com as produções que ainda virão, como ‘The Batman‘, estrelado por Robert Pattinson. A informação foi compartilhada pelo portal We Got This Covered.

Segundo a publicação, a ideia de manter duas continuidades diferentes seria justamente em virtude dos últimos fracassos da DC, com a percepção de que tentar manter conexões menores, indo na contramão da premissa da Marvel Studios, pode funcionar melhor para o DCEU (Universo Compartilhado da DC).

A Warner/DC tem vivido uma jornada de grandes altos e baixos em se tratando de suas adaptações de quadrinhos. Em meio ao fracasso dos filmes ‘Liga da Justiça‘ e ‘Esquadrão Suicida‘, a empresa teve dias de glória com os filmes solo da ‘Mulher-Maravilha‘ e do ‘Aquaman‘.

Enquanto o primeiro foi considerado um marco emblemático do feminismo e na produção de adaptações de Hqs femininas, abrindo as portas para um nicho que patinou para decolar entre os anos 90 e 2000, o segundo transformou o herói mais ridicularizado da DC na galinha dos ovos de ouro, com uma bilheteria bilionária.

Aproveite para assistir:


Essa inconstância no Universo da DC seria um dos principais argumentos para manter duas continuidades paralelas, pois embora a ‘Liga da Justiça‘ tenha sido um fracasso, parte de seus protagonistas já se consolidou nos papéis, se transformando em ícones representativos da cultura POP. Descartá-los poderia ser um tiro no pé da Warner, prejudicando até mesmo a escolha de seus substitutos.

Mas ao criar dois universo separados, o estúdio consegue manter atores como Margot Robbie, Jason Momoa e Gal Gadot – que se sobressaíram, apesar do desempenho de seus filmes feitos em conjunto -, à medida que cria uma nova linha narrativa, introduzindo um novo Batman para substituir Ben Affleck e até mesmo um novo ‘Coringa, que assume o posto anteriormente ocupado por Jared Leto.

Essa mistura de universos pode ser um pouco confusa, uma vez que ‘Coringa‘ é considerado um filme “único”, não fazendo parte nem da leva de filmes anteriores e nem da narrativa de ‘The Batman‘. Como ele será encaixado nesse tumultuado futuro da DC? Só a Warner conseguirá responder isso!



COMENTÁRIOS