De Cheeseburger à Visão do Futuro: Conheça todas as conexões de ‘Vingadores: Ultimato’

De Cheeseburger à Visão do Futuro: Conheça todas as conexões de ‘Vingadores: Ultimato’



Vingadores: Ultimato estreou com tudo e está perto de bater a bilheteria total de ‘Avatar’ (2009) em apenas um três semanas. Os números assustadores devem crescer a cada dia. Sessões lotadas já viraram rotina nos cinemas e o número de fãs e curiosos indo assistir ao filme só aumenta. É um fenômeno econômico-cultural digno de um universo construído ao longo de 11 anos. E com tanto material de background, é claro que muitos deles seriam referenciados/ conectados nesta última grande aventura com o elenco original. Pensando em vocês que já viram (provavelmente mais de uma vez) o épico, separamos algumas conexões de Ultimato com outros filmes anteriores. Confiram!

[ALERTA DE SPOILER] Se você ainda não assistiu ao filme, recomendamos que pare por aqui. O texto a seguir contém revelações importantes sobre a trama de Ultimato e acreditamos que o filme ganha muito com o fator surpresa. Então veja o filme primeiro, depois volte aqui e seja feliz. Se você já assistiu, leia sem culpa e coloque sua opinião nos comentários. Importante: não dê spoiler para quem não viu! [ALERTA DE SPOILER]

Siga por sua conta e risco.

 

CHEESEBURGER

Quando o trágico, porém, necessário, destino de Tony Stark chega, acontece um momento de pura homenagem e tristeza pela despedida de um dos maiores ícones do cinema de entretenimento da atualidade.  Todas as sequências envolvendo sua morte e funeral fazem muitas referências a fases anteriores do herói. Quando Pepper diz que ele vai poder enfim dormir tranquilo, é uma referência não só ao que ela diz no momento em que ele descobre a viagem no tempo, mas também a Homem de Ferro 3, aonde ele tinha insônia e ataques de pânico causados pela ansiedade de ter Thanos dando aquela espiadinha em sua cabeça, assim como a presença de Harley (Ty Simpkins) vem direto da terceira aventura solo do Latinha. O próprio monólogo de Peter Parker em seus momentos finais remete ao momento em que o Aranha vira pó em Guerra Infinita.

Aproveite para assistir:


Mas agora, nenhuma referência é tão sutil e emocionante quanto o diálogo em que a pequena Morgan diz a Happy que queria um cheeseburger, fazendo com que o Segurança olhasse triste para cima, desse aquela engolida no choro e falasse pra ela que o Tony adorava o sanduíche. Isso é uma ligação a um momento que rendeu bastante no primeiro Homem de Ferro (2008). Na cena em que Tony volta do cativeiro aos Estados Unidos, ele diz a Happy que precisa apenas de duas coisas: “uma coletiva de imprensa e um cheeseburger. O cheeseburger primeiro”. Na época, essa frase rendeu uma breve polêmica sobre o product placeament do Burger King, que licenciou os brinquedos do Homem de Ferro em sua cadeia de fast food e teve sua marca exibida no cheeseburger que Tony come na coletiva como uma homenagem do ator.

Acontece que Robert Downey Jr. diz abertamente que a franquia de fast food salvou sua vida. Na época em que ele vivia a crise do vício, houve uma noite em que ele estava com uma sacola cheia de drogas e decidiu parar num BK.

“Eu pedi um hambúrguer tão nojento [junto] àquele refrigerante grande. Então comecei a comer e senti que algo ruim ia acontecer. Tive uma epifania, um momento de clareza, e joguei todas as drogas no mar e comecei o [processo] de desintoxicação”.

E ter a negociação para inserir o cheeseburger do BK foi um pedido do próprio ator, como forma de agradecimento.

Enfim, remeter a um momento tão emotivo para Happy, que via seu chefe e amigo retornar da morte, e a própria reação do Guarda-Costas ao ouvir a herdeira de Tony fazer um pedido igual ao pai é de cortar o coração.

 

SEM FUTURO

De volta a Vingadores: Era de Ultron (2015), temos Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen) estreando nos filmes dos Vingadores, assim como nos quadrinhos, como uma das vilãs. Nos cinemas, seus poderes são ligadas as Joias do Infinito e em certa parte do filme, eles provocam visões assustadoras nos integrantes da equipe Vingadora, menos em Clint Barton, que se adianta e impede a Feiticeira de entrar em sua mente. Ou seja: Homem de Ferro, Capitão América, Thor, Hulk e Viúva Negra veem situações que mexem com suas atitudes ao longo do filme.

Acontece que todos eles tiveram visões do futuro. Stark viu a invasão de Thanos e seu exército Chitauri, causando a morte dos Vingadores e jogando a responsabilidade sobre suas costas. Baseado nisso, ele começa o programa Ultron e, posteriormente, assina os tratados de Sokóvia, até enfim se sacrificar para deter a invasão. Thor vê a chegada do Ragnarok, a busca pelas Joias do Infinito e a importância do Visão para deter Ultron. Ele ajuda na criação do Visão, sai em busca das Joias – ao final do filme – e concretiza o Ragnarok em seu filme solo. O Hulk vê o caos e a destruição que sua insanidade causam e deixa a Terra, indo parar em Sakaar, onde sua destruição é festejada, não lamentada. O Capitão América vê momentos de um passado, até então inexistente, mas que se tornam o seu futuro ao final de Ultimato.

A Viúva Negra, entretanto, é a única que não vislumbra o futuro. Ele lembra de seu treinamento no Salão Vermelho, fase dura e cruel de sua vida, na qual ela deixou de ser uma jovem para ser transformada em arma. É algo doloroso, mas agora sabemos que sua visão é do passado porque ela é a única vingadora original que não tem chance de ter um futuro em Vingadores: Ultimato. Ai.

 

A DANÇA

Um dos momentos mais esperados pelos fãs do Capitão América finalmente aconteceu. Steve sofreu muito ao longo de sua vida. Ele passou de jovem idealista para herói nacional em questão de meses. Conheceu o amor de sua vida e acabou sendo congelado com um encontro marcado com Peggy Carter. Várias décadas depois, o encontro no qual Peggy ensinaria Steve a dançar continuou como uma das coisas mais importantes na vida do Capitão, justamente por não ter acontecido.

Quando Steve tem a oportunidade de voltar no tempo para devolver as Joias do Infinito, se despede de Bucky com o mesmo diálogo que eles tiveram na Feira de Inovações, lá em 1941, mas agora com os papéis invertidos, e aproveita para ficar no passado, dançar com Peggy e viver seus dias ao lado do amor de sua vida. Muita gente diz que o ato do Capitão foi um furo de roteiro, mas só seria se a linha do tempo seguisse a lógica de De Volta Para o Futuro.

Como Bruce Banner explicou anteriormente, quando um indivíduo viaja no tempo, tudo se mantém igual no presente. O que muda é exclusivamente o futuro do viajante, que será vivido no passado. E quando Steve encerra as linhas do tempo alternativas criadas pelas Joias (menos aquela em que o Tesseract foi roubado por Loki, que deve ser explicada na série do Deus da Trapaça), qualquer alteração de futuros alternativos é encerrada. E o fato dele viver com Peggy já era algo bastante plausível esse tempo todo, simplesmente porque as únicas coisas que soubemos dela é que acabou se casando com um soldado da Segunda Guerra, muito respeitoso e carinhoso. Ou seja, Peggy viveu sua vida ao lado de Steve que, muito provavelmente usou um codinome enquanto existiam dois Steve Rogers na história.

Mas sim, ele beijou a sobrinha.

 

Qual foi a referência mais marcante para você?

Vingadores: Ultimato está em cartaz nos cinemas de todo o Brasil.



COMENTÁRIOS