Polêmica: 'De Pernas pro Ar 3’ teve sessões canceladas por causa de 'Vingadores: Ultimato'

Polêmica: 'De Pernas pro Ar 3’ teve sessões canceladas por causa de 'Vingadores: Ultimato'



A sequência 'De Pernas pro Ar 3', estrelada por Ingrid Guimarães e lançada pela Paris Filmes e Downtown Filmes, estava com um excelente desempenho nos cinemas, conquistando um público gradativamente maior, mas teve sua jornada inesperadamente interrompida em virtude da estreia de 'Vingadores: Ultimato'.

A chegada da aguardada produção da Marvel Studios levou as redes de cinema de todo país a retirarem o longa nacional das salas, substituindo-o por mais sessões do último capítulo da saga dos Vingadores.

Este movimento resultou em uma consequência caótica, onde 80% das salas de cinema só traziam 'Ultimato' em sua grade de exibição, reduzindo drasticamente a oferta de opções para o público, à medida que também contrariou as normas da Medida Provisória 2.228/01, que estabelece sobre o incentivo e fomento do cinema nacional, determinando uma porcentagem mínima de disponibilidade de espaço, para que as produções brasileiras estejam em cartaz nas telonas.

Para o SICAV - Sindicato da Indústria Audiovisual, a estratégia mostra o quão alarmante está o grau de negligência  em relação ao cinema brasileiro.

Em uma franca publicação feita na conta oficial da instituição, os membros pontuam a falta de importância dada à produção nacional, salientando a necessidade de um Decreto de Cota de Tela, que assegure o direito dos filmes brasileiros de serem vistos pelo público nos cinemas.

A publicação ainda reclama do descaso do governo federal com as instituições privadas que têm investido em filmes como 'De Pernas Pro Ar 3' - este que por sinal teve a maior parte de seu orçamento financiado pelo setor empresarial privado, salientando que a falta de visibilidade enfraque a produção local.

Confira a publicação na íntegra:


Crítica | De Pernas Pro Ar 3 – Ingrid Guimarães volta quase dez anos depois e valeu a espera 

Assista nossa entrevista com Ingrid Guimarães:

O longa dirigido por Julia Rezende mostra a personagem Alice Segretto vivendo um dilema comum à maioria das mulheres modernas: dividir-se entra a família e o trabalho. O sucesso da rede de lojas Sexy Delícia a leva a um tour pelo mundo e, em meio a tantas idas e vindas, a workaholic percebe que não tem conseguido acompanhar sua família, que também cresceu. Além de João (Bruno Garcia) e Paulinho (Eduardo Mello), os Segretto agora têm mais uma presença marcante: a pequena Clarinha (Duda Batista), de apenas 6 anos, que fica sob os cuidados da fiel Rosa (Cristina Pereira).

Impetuosa, Alice toma uma decisão inusitada. Decide se aposentar e entregar o comando dos negócios para sua mãe, Marion (Denise Weinberg). Mas quando surge uma competidora com potencial para roubar a cena, a vida de Alice fica mais uma vez de pernas pro ar. É a jovem Leona (Samya Pascotto) que vai provocar em Alice a vontade incontrolável de voltar ao mercado de produtos eróticos e retomar seu lugar.

O primeiro filme foi lançado em Dezembro de 2010 e arrecadou R$ 31,4 milhões de bilheteria, com público de 3,5 milhões de espectadores. 'De Pernas pro Ar 2' usou praticamente a mesma fórmula do primeiro filme, e conseguiu um público de 4,8 milhões de espectadores.

COMENTÁRIOS