Ensaio é um dos filmes brasileiros mais belos do ano. Em sua estética a obra da diretora Tania Lamarca (Tainá, 2000) é um verdadeiro espetáculo de dança filmado, que facilmente entraria num hall ao lado de produções como Cisne Negro (2010) e Pina (2011). A bailarina da vida real Lavínia Bizotto dá um show em sua estreia como atriz no cinema, tanto no quesito performático quanto em sua atuação como atriz.

Se não soubéssemos ser o seu primeiro trabalho, ninguém diria. A protagonista se comporta nas telas como uma verdadeira veterana. Lavínia vive Eva, a dançarina principal numa nova produção cujo diretor do espetáculo é seu companheiro fora dos palcos. Ele é vivido pelo ator Chico Caprario. Enquanto Caio, o diretor, torna-se cada vez mais obcecado e envolvido com a produção do espetáculo, sua companheira cai nos braços do colega de palco, o dançarino argentino Daniel, vivido pelo também dançarino Bruno Cezario (brasileiro na vida real).

26


Ficção mistura-se com realidade quando todos começam a imergir profundamente no universo da obra performática, que irá abordar a vida da heroína revolucionária Anita Garibaldi, e seu romance com Giuseppe Garibaldi. Na peça os dois serão interpretados respectivamente por Eva (Bizotto) e Daniel (Cezario). A precisão dos movimentos em diversas cenas, que exploram os ensaios dos artistas, é um prato cheio para todos os adeptos da arte da dança, ou de qualquer arte por assim dizer.

Com poucos personagens, mas muito bem explorados, a obra se embrenha em um universo específico sem nunca alienar seu público. Ao contrário, nos convida para entrar e compreender o que ele significa para seus envolvidos apaixonados. Eva, por exemplo, se entregou demais para deixar que qualquer coisa tire o seu momento de brilho. E está disposta a passar por cima de tudo, até de situações das quais poderá se arrepender amargamente no futuro.

Aproveite para assistir:

27

Ensaio tem suas mini conspirações amorosas, traições, e muito desejo, acima de tudo pela dança. É por vezes cruel, mas muito realístico, humano e poético. Lavínia Bizotto desempenha o papel de sua carreira. A atriz é simplesmente belíssima, e extremamente fotogênica, mas acima de tudo uma atriz nata. Ela exala paixão e sensualidade. Esse é um dos melhores filmes nacionais do ano, e merece aplausos.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE