Originalmente programado para chegar às telonas, o novo terror nacional ‘A Gruta‘, estrelado por Carolina Ferraz, acabou sendo redirecionado para o formato de streaming, sendo lançado exclusivamente pela Amazon Prime Video, para mais de 130 países.

E para o cineasta responsável pela produção, Arthur Vinciprova, este é o melhor caminho para o cinema brasileiro. Em uma entrevista à jornalista e crítica Rafa Gomes, o diretor refletiu sobre o delicado momento que a arte nacional está enfrentando e sobre como as plataformas de streaming podem se tornar fortes parceiras da produção nacional:

“Eu enxergo exatamente isso, que o streaming é a saída para o cinema brasileiro, porque os nossos filmes possuem um orçamento médio e não algo grandioso, com efeitos especiais e essa coisa toda que a Marvel e outros filmes de ação trazem – e que são os longas mais assistidos mesmo. E de fato, combater com essas produções fica muito complexo. É uma guerra pesada. E os streamings estão dando mais espaço para produção que sejam de porte médio, mais focados no roteiro e que realmente contam uma história com menos efeitos especiais e menos cenas de ação. Então esse seria um caminho bem bacana para o país, pois o público brasileiro está consumindo cada vez mais esse tipo de serviço”.



Vinciprova foi ainda mais além e falou sobre o crescimento do consumo de plataformas de streaming e sobre como isso está contribuindo para redefinir a forma como o público usufrui do entretenimento:

“Estamos vendo um aumento absurdo de usuários em virtude da pandemia. As pessoas agora nem costumam mais assistir à TV aberta, pois estão focadas mesmo na Netflix, na Amazon Prime, na Globoplay…Enfim, em todos os streamings. E acho bacana também, porque com esse leque de opções, o mercado está muito fomentado, tem muitas opções para o artista trabalhar, pois existem vários nichos para ele conseguir se estabelecer”.

Aproveite para assistir:

O diretor ainda celebrou a parceria firmada com a Amazon, refletindo sobre o quão positiva foi a mudança de planos no lançamento do longa – em virtude do fechamento dos cinemas, devido à pandemia:

“Sendo bem franco, eu fiquei muito feliz, porque eu acredito mais na força dos streamings, o mercado está mudando muito. Eu vi, pelos meus outros filmes, que no cinema o seu longa acaba ficando em cartaz por quatro semanas no máximo. A produção depende muito de uma boa primeira semana em exibição e o público que assiste nas telonas – durante esse primeiro mês – é de mais ou menos 150 mil espectadores. E colocando o filme diretamente no streaming, no primeiro dia você já consegue um milhão de espectadores! Então a repercussão do trabalho é muito grande, é assustadora”.



Assista ao trailer:

O filme foi escrito e dirigido por Arthur Vinciprova, e conta a história de um grave acidente em uma gruta interditada, onde um rapaz se torna o único sobrevivente. Quatro corpos foram encontrados no local e a perícia indica que esse mesmo jovem assassinou brutalmente seus amigos, esposa e a guia de turismo. Em estado grave, ele nega os assassinatos e recusa-se a colaborar com a polícia. Certo de que sua esposa foi possuída por uma força demoníaca, pede ajuda a uma freira.

O elenco ainda conta com Nayara Justino, Arthur Vinciprova, Fábio Soares, Luciene Martes e Jhenifer Emmerick, além das participações especiais de Pietro Mário, Anna Zelma Campos e Mônica Izidoro.

Não deixe de assistir: