Recentemente, o CinePOP teve o prazer de entrevistar o incrível ator Corey Stoll, que interpreta o Delegado Schrank na nova e já aclamada adaptação do musical Amor, Sublime Amor.

Na breve entrevista, Stoll falou sobre seu processo de escalação no filme e como construiu o personagem, afastando-se um pouco da rendição de Simon Oakland no original de 1961, além de comentar que este foi seu primeiro musical.

Assista e siga o CinePOP no YouTube:



De acordo com o Deadline, o remake arrecadou apenas US$ 4.1 milhões na sexta-feira (10), e deve fechar seu primeiro final de semana nos EUA com mornos US$ 10.2 milhões.

Para termos de comparação, o resultado é MENOR que a estreia de ‘Em um Bairro de Nova York‘, que estreou com US$ 11.5 milhões no país. Além disso, vale destacar que o longa foi lançado simultaneamente nos cinemas e no serviço de streaming da HBO Max.

Aproveite para assistir:

No entanto, parece que o público gostou do remake, dando-lhe uma nota A (e 94% de aprovação no Rotten Tomatoes). Caso o filme gere boca-a-boca suficiente, é possível que a produção se beneficie nas próximas semanas, com as datas comemorativas que atraem milhares de cinéfilos às telonas.

Vale lembrar que o longa já está em exibição nos cinemas nacionais!



Amor, Sublime Amor‘ se passa na Nova York da década de 1950 e conta a história de um casal apaixonado tentando salvar seu romance ao mesmo tempo que são divididos pela rivalidade entre as gangues branca e latina das quais fazem parte: Tony é integrante dos Jets e Maria dos Sharks, tudo inspirado em outro clássico, ‘Romeu e Julieta’ de Shakespeare.

O longa é protagonizado por Ansel Elgort (‘A Culpa é das Estrelas’) e a estreante Rachel Zegler, nos papéis de Tony e Maria, respectivamente.

O roteiro fica por conta do premiado Tony Kushner, indicado ao Oscar e ganhador do Prêmio Pulitzer. Leonard Bernstein, Stephen Sondheim e Jerome Robbins cuidam da música, das letras e da coreografia. 

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: