EXCLUSIVO! ‘Hawaii Five-0’: O que a 9ª temporada traz de MELHOR para os fãs de ação?

EXCLUSIVO! ‘Hawaii Five-0’: O que a 9ª temporada traz de MELHOR para os fãs de ação?



A série ‘Hawaii Five-O‘ possui uma longa jornada nas telinhas, desde sua estreia original, em 1968. Sua nova versão resgata a mesma essência que fez da produção um sucesso com 12 temporadas – exibidas até o ano de 1980, trazendo ares e contextos mais contemporâneos.

E com sua 9ª temporada em exibição no Brasil, os fãs de ação já começaram a desfrutar de uma intensa e insana jornada com muito mistério, circunstâncias arriscadas e cenas eletrizantes.

E logo em seu primeiro episódio vemos o comandante Steve McGarrett sendo exposto a uma situação de vida ou morte, com o agente se deixando ser capturado pelo grupo que ele julga ter sido o responsável pela morte de seu amigo da CIA. Mas o que mais os fãs da série podem esperar do novo ciclo? O que Hawaii Five-O vai trazer de melhor nas próximas semanas?

Durante uma entrevista ao editor-chefe do CinePOP, Renato Marafon, o astro Alex O’Loughlin revelou o que os fãs podem esperar desse grande sucesso das telinhas, que promete estar mais revigorado do que nunca.

Um McGarrett cheio de conflitos

A 9ª temporada vai trazer uma versão do Steve McGarrett mais densa e complexa, conforme comentou o ator Alex O’Loughlin:

Aproveite para assistir:


“Ele está cansado (risos). Ele já passou por muita coisa emocional, física e psicologicamente, então eu acho…é difícil falar dele de maneira objetiva, quando de fato eu o interpreto de maneira subjetiva, mas creio que existe um limite do quanto uma pessoa consegue suportar, antes dessa pessoa chegar ao nível de um super herói. E ele não é um super herói, ele é um cara normal. Mas essa jornada tem sido bem longa e eu estou ansioso para saber o que eles vão preparar para o seu futuro nessa temporada. Eu acho que ele precisa de um pouco de mudança. Ele não tem namorado há bastante tempo, tem apenas um cachorro e eu acho que ele precisa de algo novo”.

Autenticidade e maturidade

Após nove anos em exibição, é comum que um grande sucesso da TV chegue em um ponto de ostracismo e comodismo. Mas para Hawaii Five-O, manter o ritmo sempre elevado, com um trabalho bem executado, é o que garante uma boa e envolvente temporada, independente de sua longa jornada. Para O’Loughlin, a maturidade de levar a narrativa com autenticidade é o que garante o frescor do nono ciclo:

“É bem mais se acomodar com que se tem e não se esforçar. Mas é preciso continuar estudando o seu trabalho, você precisa manter uma grande ética profissional e continuar se esforçando para entregar uma série verdadeira em cada pequeno momento. Então, ao que cabe a mim, penso que isso é o fundamental para mantê-la cada vez mais revigorante nessa 9ª temporada”.

Reinvenção de uma fórmula de sucesso

Hawaii Five-O pertence a um nicho de séries policiais bem específico e que tem sido bem sucedido há várias décadas. Mas qual é o segredo de manter diferente das demais produções do gênero, após tanto tempo? O’Loughlin responde, salientando o diferencial que a nova temporada trará até o seu último episódio:

“O que posso dizer é que, em cada série, ainda que ele faça parte de uma fórmula – essencialmente, esse tipo de programa é um programa de TV e ele é produzido dentro de um formato, existe uma fórmula que eles seguem e há uma receita específica de como as coisas precisam funcionar e eu acho que algumas pessoas, e Peter Lenkov é uma delas, encontram uma maneira de viver de forma diferente dentro da mesma fórmula. Eu eu creio que, de alguma maneira, ele criou algo original dentro disso, quebrou algumas regras, coisa que alguns às vezes podem não conseguir fazer. Além disso, tudo se passa no Havaí! Todo mundo quer ver essa paisagem, as locações, é tudo tão incrível. E nessa temporada as aventuras estão ainda maiores, dentro desse belo visual”.

A 9ª temporada é exibida no Brasil pelo canal AXN nas quartas-feiras, às 22h.

Em ‘Hawaii Five-O‘, uma unidade policial de elite opera taticamente para combater o crime no estado do Havaí, que foi o quinquagésimo a ser incorporado à confederação. Na trama, Alex O’Loughlin é o comandante Steve McGarrett, chefe da força-especial 5-0 e marinheiro da SEAL, que presta contas diretamente aos governadores da ilha. Sua equipe é formada pelo detetive vindo de Nova Jersey, Danny Williams (Scott Caan), tenente Chin Ho Kelly (Daniel Dae Kim), oficial Kono Kalakaua (Grace Park) e o médico legista Dr. Max Bergman (Masi Oka).



COMENTÁRIOS