Cinemas fechados mais uma vez. Por uma boa razão. O Brasil entra agora numa fase alarmante durante a pandemia. Enquanto você fica em casa em segurança, saindo apenas para o essencial – temos certeza disso -, fazemos por aqui nossa parte dando dicas do que assistir durante esta nova reclusão. E continuando com nossa série de matérias, agora vamos com os lançamentos da plataforma de streaming azulzinha, que dá uma canseira nas rivais: a Amazon Prime Video – que tem surpreendido com o número cada vez maior de lançamentos de qualidade. Aqui, visamos reunir alguns dos mais recentes e mais chamativos produtos da casa, mesclando prestígio de prêmios com longas que são a mais pura diversão e entretenimento. Como sempre, essa é uma grande oportunidade de assistir pela primeira vez ou revisitar grandes filmes. Confira.

Um Príncipe em Nova York 2

Não tem como começar de outra forma. O maior lançamento do ano na Amazon Prime Video chegou bem no início de 2021, após nada menos que 33 anos de espera desde o clássico cômico absoluto Um Príncipe em Nova York (1988). Após ter recuperado a boa forma em Meu Nome é Domelite (2019), da rival Netflix, Eddie Murphy segue em paz com o sucesso. Neste início de ano só se fala neste filme. Na trama, o príncipe Akeem (Murphy) se torna rei e descobre ter um herdeiro em Nova York.

Uma Noite em Miami



A Amazon segue como a maior rival da Netflix quando pensamos em plataformas de streaming de qualidade, especialmente em matéria de produções próprias. Aqui temos um dos lançamentos de maior prestígio da temporada. Baseado na peça escrita por Kemp Powers, o filme traz o primeiro esforço atrás das câmeras como diretora da atriz vencedora do Oscar Regina King. Indicado para 3 prêmio no Globo de Ouro e podendo chegar até o Oscar, o longa é um relato ficcional do encontro real entre lendárias figuras afrodescendentes (Muhammad Ali, Malclom X, Sam Cooke e Jim Brown) numa noite em 1964 a fim de discutir seus papeis na sociedade da época. Imperdível.

O Som do Silêncio

Outro filme elogiadíssimo da plataforma azulzinha, e mais uma produção própria, O Som do Silêncio traz um tour de force do protagonista Riz Ahmed (O Abutre) na melhor atuação de sua carreira. Não por menos o ator descolou uma indicação no Globo de Ouro e pode vir a chegar até o Oscar. Na trama, com muito fundo musical, Ahmed (virado no Jiraya, musculoso, tatuado e loiro) interpreta um baterista de rock pesado, cuja vida começa a virar do avesso uma vez que ele descobre que está começando a perder a audição. Desesperador.

Rogue



Essa é para você que sempre sonhou em ver a musa Megan Fox num embate mortal com leões famintos caçadores de homens. Afastada dos holofotes, Fox ensaia seu retorno com esta produção tensa, que mistura ação, suspense e terror. Tentando mirar em filmes como A Sombra e a Escuridão (1996), na trama a atriz interpreta a líder de esquadrão de soldados numa missão contra rebeldes na África. Além do confronto armado, seu time precisará enfrentar a surpresa da fauna local, na forma de leões assassinos.

Destruição Final – O Último Refúgio

A Terra está ameaçada de novo! E não me refiro aos estarrecedores acontecimentos de nossa vida real, mas sim ao mais novo filme catástrofe da temporada, que tem tudo para agradar os aficionados. Para termos uma ideia, este filme tem quase 80% de aprovação da imprensa especializada, o que é praticamente a aprovação máxima em se tratando do gênero. Quem protagoniza é Gerard Butler, que já havia arriscado no gênero com Tempestade – Planeta em Fúria (2017), um filme bem menos apreciado que este. Coprotagonizando ao lado de Butler temos a carioca Morena Baccarin (Deadpool) e os dois vivem pais de família tentando sobreviver a um cataclisma global.

Aproveite para assistir:



I’m Your Woman

Nesta sexta indicação temos a prata da casa na Amazon, Rachel Brosnahan (da série Maravilhosa Sra. Maisel) protagonizando e recebendo inúmeros elogios por sua performance. Passado na década de 1970, escrito e dirigido pela cineasta Julia Hart, este é um suspense bem feminino. Brosnahan vive uma jovem mulher desesperada, casada com um criminoso, precisando fugir com seu bebê e começar vida nova após seu marido ter traído os comparsas. O filme tem 81% de aprovação dos críticos.

Justiça Brutal

Bem, ao menos este é o título que aparece na plataforma. Também conhecido como Na Sombra da Lei, talvez seja mais fácil reconhece-lo por seu título original: Dragged Across Concrete (na tradução livre: arrastado pelo concreto). O nome original aliás resume bem o teor deste filme de ação policial barra-pesada, do mesmo diretor dos viscerais Rastro de Maldade (2015) e Confronto no Pavilhão 99 (2017), S. Craig Zahler. O astro Mel Gibson havia sido cancelado antes dos cancelamentos existirem, mas aqui ele dá continuidade à tentativa de reestruturar sua carreira. Ele protagoniza ao lado de Vince Vaughn como dois policiais linha-dura em busca de sua justiça pessoal. O filme também tem quase 80% de aprovação dos críticos.



Adeus, Professor

Esse filme também é conhecido por seu título original O Professor (The Professor). E por falar em atores cancelados… bem, temos o mais recente trabalho de Johnny Depp. Depois do tumultuado relacionamento com a atriz Amber Heard, que foi parar nos tribunais, já nem sabemos o que pensar sobre o astro, que já foi cancelado e descancelado mais vezes do que podemos contar. Aqui, no entanto, ele interpreta um professor que se descobre doente terminal e começa a viver de uma forma de uma forma despreocupada e repleta de excessos, como bebida, cigarros e honestidade sem dar a mínima para o que os outros pensam.

O Mistério de Silver Lake

Sabe quando dizemos para ficar de olho em certo ator, atriz ou realizador. Bem, nem sempre o próximo trabalho de um artista que fez muito sucesso em seu filme de estreia é tão especial quanto o primeiro. O cineasta David Robert Mitchell já havia chamado atenção na cena indie com seu filme de estreia, The Myth of the American Sleepover (2010), mas foi seu trabalho seguinte, o terror de primeira Corrente do Mal (2014) que iria colocar o nome do diretor no topo. Com mais grana e mais ambição seu filme seguinte foi este O Mistério de Silver Lake, protagonizado por Andrew Garfield, sobre um rapaz investigando o desaparecimento de uma mulher misteriosa. Apesar de interessante, passou por baixo dos radares. Agora estreando na Amazon, vale dar uma nova chance.

Bliss – Em Busca da Felicidade


Escrito e dirigido por Mike Cahill, especializado em ficções científicas dramáticas e existencialistas, seu mais recente trabalho segue na mesma linha, porém, com ambições maiores. Utilizando da teoria da conspiração de que nosso mundo é apenas um imenso simulacro, como visto nos famosos Cidade das Sombras (1998) e Matrix (1999), o longa traz o encontro romântico entre os personagens de Owen Wilson e da mexicana Salma Hayek. Ela, uma mulher que vive nas ruas, está convencida que nossa realidade é uma simulação de computadores.

Bônus: Nós

O segundo filme como diretor de Jordan Peele, após o indicado ao Oscar Corra! (2017), este Nós (2019) fez enorme sucesso e deu o que falar em seu lançamento nos cinemas. E agora chega à plataforma da Amazon. Além de todos os seus inúmeros atrativos, esta segunda obra serviu para cimentar o nome de Peele como o grande realizador do gênero terror da atualidade. Seus filmes são verdadeiros eventos e trazem como foco questões raciais e sociais, o que é todo o diferencial. Aqui, uma família negra, encabeçada pela matriarca Lupita Nyong’o, em viagem de férias numa cidade praiana irá se deparar com uma realidade verdadeiramente aterradora e aprender muito sobre eles mesmos. Nós, obviamente, marca impressionantes 93% de aprovação dos críticos.

 

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva