‘Festival de Cannes’ – Brasileiros São Sucesso, Levam Prêmios e Entram Para a História!

‘Festival de Cannes’ – Brasileiros São Sucesso, Levam Prêmios e Entram Para a História!



A 72ª edição do Festival de Cannes terminou hoje, depois de onze dias de exibições exclusivas, pré-estreias mundiais e desfiles intermináveis das grandes estrelas do cinema internacional. Com o pôster oficial do evento homenageando a cineasta Agnès Varda, o festival este ano contou com a première de ‘Rocketman’, a primeira exibição do novo filme de Quentin Tarantino, ‘Era uma vez em Hollywood’, e o mais novo filme de Pedro Almodóvar, ‘Dor e Glória’, com Antonio Banderas no elenco.

Mas a verdade é que nenhum desses títulos brilhou tanto quanto o cinema brasileiro. Representado em diversas categorias, os brasileiros fizeram bonito esse ano na França, e por isso fizemos esta homenagem de apreciação, dando o devido destaque a cada um deles aqui:

A Vida Invisível de Eurídice Gusmão’ (2019)

Dirigido por Karim Aïnouz, o longa baseado no livro de mesmo nome de Martha Batalha levou o principal prêmio da mostra paralela do Festival de Cannes, Un Certain Regard (Um Certo Olhar). O filme, que se passa nos anos 1940, conta a história de duas irmãs separadas por eventos da vida, mas cujo amor mútuo nunca as fez esquecer da possibilidade de um dia se reencontrarem. O elenco é formado em sua maioria de nomes estreantes em longas-metragens. No papel principal, Carol Duarte (que se destacou na novela ‘A Força do Querer’ no papel de Ivana/ Ivan). Fernanda Montenegro, o grande nome do elenco, faz uma Eurídice mais velha.

Bacurau’ (2019)

Dirigido por Kleber Mendonça e Juliano Dornelles, o longa foi rodado no Rio Grande do Norte e é uma mistura excêntrica de faroeste, ficção científica, gore, fantasia e drama. Com 2h12 minutos de duração, ‘Bacurau’ levou o Prêmio do Júri no Festival de Cannes. Os diretores subiram ao palco junto com a equipe do francês ‘Les Misérables’, que também levou o prêmio em um empate. É a primeira vez que o Brasil ganha na categoria, a terceira mais importante deste que é o principal festival de cinema do mundo.

Aproveite para assistir:


O longa traz a história de um pequeno povoado no sertão brasileiro, chamado Bacurau, cujos moradores, após a morte de dona Carmelita, aos 94 anos, descobrem que a cidadezinha deles não consta mais em nenhum mapa. No elenco estão nomes como Sônia Braga e Karine Teles (que ano passado estrelou o premiado ‘Benzinho’ e atualmente integra o elenco de ‘Malhação’).

 

The Lighthouse’ (2019)

Ok, esse filme não é exaaaaatamente brasileiro, mas é produzido por um brasileiro, Rodrigo Teixeira, o Midas do Cinema, então, podemos ficar felizes porque ‘The Lighthouse’ levou o Prêmio FIPRESI de Melhor Filme! Esse é o prêmio da crítica internacional! O longa é estrelado por William Dafoe (que já foi membro do júri em 2014 desse mesmo festival) e Robert Pattinson (nosso provável próximo Batman).

O produtor brasileiro Rodrigo Teixeira surge ao lado de Paollo Moretti – curador da Quinzena dos Realizadores.

O Festival de Cannes ainda contou com a presença da hipnotizante Maria Fernanda Cândido, que abrilhantou o evento com seu novo longa, ‘O Traidor’, uma produção italiana dirigida por Marco Bellocchio.

É a primeira vez que o Brasil conquista dois prêmios no principal festival de cinema do mundo. Anteriormente, nosso país havia conquistado o prêmio principal, a Palma de Ouro, em 1962 com ‘O Pagador de Promessas’, de Anselmo Duarte, baseado na obra de Dias Gomes. Este ano, a Palma foi para a produção sul-coreana ‘Gisaengchung’ (‘Parasita’), de Bong Joon-ho.



COMENTÁRIOS