Estreia nesta quinta-feira a mais nova aventura solo do Homem Aranha. Em Homem Aranha: Longe de Casa, o jovem Peter Parker sai em uma Eurotrip com seus amigos da escola enquanto tenta lidar com a dor da perda de seu mentor, Tony Stark. No meio da viagem, porém, vários eventos começam a acontecer e ele se vê obrigado a trabalhar com o enigmático Mystério.

Devo começar dizendo que o filme é incrível. A cabine de imprensa no Rio aconteceu na última sexta-feira e o longa foi super bem recebido. Se não é o melhor filme do Aranha, posto ainda ocupado pelo incrível Homem Aranha 2 (2004), podem ter certeza que é o mais divertido e mais espetacular, visualmente falando, live-action do Cabeça de Teia já feito. Ele supera com facilidade De Volta Ao Lar ao dar relevância para o herói e introduzir um conceito fundamental na persona de Peter Parker: a Responsabilidade.

E essa sempre foi a grande crítica ao Aranha de Tom Holland. Apesar do menino estar muito confortável no papel de Peter e esbanjar carisma, tudo acontece muito fácil para ele, fazendo com que as questões dramáticas tão inerentes ao conceito do Cabeça de Teia ficassem em segundo plano. Longe de Casa parece ter percebido isso e dá indícios de que haverá uma maturação do personagem daqui pra frente.

O conceito dessa nova franquia do Homem Aranha é trazer o Peter Parker clássico para os dias de hoje, então houve sim uma atualização do personagem para deixá-lo mais próximo do jovem moderno. E convenhamos que jornais não contratam mais fotógrafos freelancer de 16 anos, então é até coerente adaptarem isso para os pequenos Vlogs do Peter e as selfies com o celular. E mais: é a primeira vez que o Homem Aranha se junta aos Vingadores nos cinemas. Dentro do contexto criado no Universo Cinematográfico Marvel é bastante coerente que o Teioso seja apadrinhado pelo Homem de Ferro. Acabou sendo uma forma inteligente de desenvolver e encaminhar para o fim o Arco Narrativo de Tony Stark (Robert Downey Jr), mas acabou limando um dos personagens mais importantes do cânone do Aranha: o Tio Ben.

10 filmes de terror no Amazon Prime Video para fugir dos problemas…

Aproveite para assistir:

10 Séries de Comédia para Maratonar nas Próximas Semanas

É muito legal ver o Teioso com os Vingadores, viajando pro Espaço, lutando com Alienígenas e Robôs Gigantes, mas, às vezes, os dilemas de ser o Amigão da Vizinhança fazem falta. E muito desses questionamentos sobre ser ou não um herói costumavam recair sobre o legado de responsabilidade e benevolência deixados pelo Tio Ben. Com Tony Stark ocupando esse papel de figura paterna, a herança ganha um contexto completamente diferente. Stark sempre foi uma figura controversa, com problemas para trabalhar em grupo e tomando atitudes dignas de um vilão, mesmo que com a melhor das intenções, não é mesmo, Ultron? Quando esse ícone passa a ser O Exemplo para o Homem Aranha, sai o “Grandes Poderes Trazem Grandes Responsabilidades” e entra o “Você É Mais que o Uniforme”.

Mas o que isso significa? O “Grandes Poderes” é uma Máxima que coloca seu trabalho acima da sua pessoa, é a natureza do herói, que estimula o sacrifício e tem como prioridade o bem maior. Não importa se você está bem ou mal, você tem um talento e deve usá-lo para o bem, porque se você não o fizer, quem fará? Já o “Mais que o Uniforme” é algo mais voltado para o pessoal. É uma máxima proferida por alguém viveu a última década tentando fazer o melhor e sempre pronto para se sacrificar. É uma voz da experiência vinda de alguém falho e até mesmo desiludido com a opinião pública e os efeitos que ela cria no indivíduo. A partir dessa perspectiva, Tony diz a Peter que ele precisa estar bem e ser uma boa pessoa para poder ser um herói. Ele tira um pouco do peso do heroísmo para mostrar ao garoto que também é necessário se preocupar consigo.

É uma nova perspectiva que legitima uma trama mais genérica, como a de De Volta Ao Lar, e dados os eventos de Ultimato, permite a evolução do Homem Aranha rumo ao legado da Responsabilidade. Ele já foi ao espaço, ele já ganhou e perdeu amigos, morreu e voltou à vida. É uma bagagem enorme para um herói adolescente. Então, Homem Aranha: Longe de Casa traz todas essa experiência e, de forma inteligente, usa as mesmas para mexer com o psicológico do herói e abrir portas para que ele possa crescer e amadurecer como pessoa e super-herói.

Se vocês sentem falta de uma carga dramática mais forte, corram para os cinemas porque Longe de Casa é o primeiro passo rumo a um Aranha com mais conflitos internos e ameaças pessoais em sua vida, e vai agradar tanto ao fã do Aranha mais garoto quanto ao fã do Aranha mais pensativo e, bem, responsável.

 

Homem Aranha: Longe de Casa estreia em 4 de Julho de 2019

15 Séries da Netflix Para Maratonar

15 Séries da Globoplay Para Você Maratonar

15 Séries da Amazon Prime Para Maratonar neste mês

10 reality shows insanos pra você que amou The Circle e Casamento às Cegas

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE