Grupo religioso boicota 'Toy Story 4' por supostas personagens lésbicas

Grupo religioso boicota 'Toy Story 4' por supostas personagens lésbicas



O One Million Moms, um grupo cristão da rede American Family Association, está pedindo um boicote a 'Toy Story 4' por conta da cena em que uma criança aparece com duas mães.

Quando Bonnie vai ao primeiro dia de aula no jardim de infância, há uma cena rápida em que uma criança é deixada por duas mulheres. Mais tarde, elas retornam para pegar o filho.


Aproveite para assistir:


Nenhuma pista é dada sobre o relacionamento das mulheres, no entanto, o One Million Moms criou um abaixo-assinado e publicou um comunicado:

"A cena é sutil a fim de influenciar as crianças. É óbvio que a criança tem duas mães. 'Toy Story 4' é o último filme em que os pais esperam que seus filhos sejam confrontados com conteúdo relacionado à orientação sexual. Questões desta natureza estão sendo introduzidas cedo demais. É extremamente comum, mas desnecessário."

O grupo defende de 136 membros defende que as cenas foram incluídas "estritamente para influenciar uma situação" e que a Disney está se distanciando do conteúdo 'familiar'.

De qualquer forma, o pedido do boicote não está ganhando força e 'Toy Story 4' continua em exibição nos cinemas.

Assista ao trailer:

Dirigido por Josh Cooley, esse é o seu primeiro longa-metragem.

Quando Bonnie leva os brinquedos em sua viagem com a família, Woody acaba se dispersando inesperadamente e se juntando à sua amiga Bo Peep, que com seu espírito aventureiro e depois de anos na estrada já esconde seu delicado exterior de porcelana. Woody e Bo, que são totalmente diferentes quando se trata da vida como um brinquedo, logo percebem que esse é o menor dos seus problemas.


COMENTÁRIOS