Harvey Weinstein afirma ter e-mails que provam sua inocência em caso de assédio

Harvey Weinstein afirma ter e-mails que provam sua inocência em caso de assédio


Mais polêmica! O produtor Harvey Weinstein e seus advogados conseguiram na justiça permissão para publicar cerca de 40 e-mails que, supostamente, "provarão sua inocência" em um dos casos de assédio sexual que tramitam contra ele.

A Juiza Mary Walrath ficou com a tarefa de decidir se os e-mails poderiam ser divulgados, já que o produtor pediu acesso aos e-mails enviados enquanto trabalhava na The Weinstein Company desde sua expulsão.

Caso seja autorizado, nas próximas semanas os advogados prometeram divulgar o conteúdo online, apenas omitindo os nomes dos destinatários. Só nos resta esperar para ver.

Vale lembrar que Weinstein recebeu mais três acusações de crimes sexuais no estado de Nova York e que o executivo já enfrenta outras três acusações envolvendo duas mulheres, podendo pegar até 25 anos de prisão por elas.



E agora, a promotoria de Manhattan anunciou que Weinstein enfrenta acusações de uma terceira mulher sobre um incidente ocorrido em 2006, envolvendo ato sexual criminoso de primeiro grau e duas alegações de ataque sexual predatório, sendo que a sentença para as duas últimas pode ser de 10 anos à prisão perpétua, dependendo da veracidade das acusações.

Recentemente, o produtor pagou uma fiança de US$ 1 milhão para, assim, responder o processo das primeiras acusações em liberdade.

Harvey Weinstein se entrega à polícia; Assista ao vídeo!





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c