‘La Casa de Papel’: Episódios são relançados com a participação de Neymar

‘La Casa de Papel’: Episódios são relançados com a participação de Neymar



Para a surpresa dos fãs, dois episódios de ‘La Casa de Papel foram relançados em todo o mundo com a participação de Neymar, que gravou as cenas em segredo na Espanha.

Nos episódios 6 e 8 da 3ª temporada, o craque interpreta um monge chamado João, e divide a tela com Berlim (Pedro Alonso) e o Professor (Álvaro Morte).

O motivo da participação de Neymar serve de apoio para uma grande revelação na trama.

E, de acordo com uma publicação do Hugo Gloss, o convite foi feito ao craque pelos próprios criadores da série.

No entanto, as cenas só foram liberadas após o encerramento da polêmica de assédio sexual envolvendo o jogador.

Aproveite para assistir:


Em seu perfil do Instagram, Neymar compartilhou uma imagem ao lado dos astros da série.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Buena compañía @jaimelorentelo @mariapedraza_ 🏠📃

Uma publicação compartilhada por 3n310ta 🇧🇷 👻 neymarjr (@neymarjr) em

A 3ª temporada de ‘La Casa de Papel‘ já está disponível na Netflix.

Assista nossa análise:

Primeiras Impressões | ‘La Casa de Papel’ – 3ª temporada: Surpreendentemente melhor

Criada por Álex Pina, a série inicialmente era uma minissérie de 15 episódios, mas foi reeditada pela Netflix em duas partes, que posteriormente optou por dar continuidade à produção depois de sua enorme popularidade.

Na terceira parte, “O professor e sua gangue precisarão fazer um assalto impossível: invadir o Banco da Espanha, localizado na praça de Cibeles, em Madrid. O banco tem um sistema de segurança impecável: é localizado a 50 metros abaixo da superfície, abaixo da água e contando apenas com três portas blindadas em sua entrada.”

O elenco inclui Úrsula Corberó (Tóquio), Álvaro Morte (O Professor), Jaime Lorente (Denver), Miguel Herrán (Rio), Darko Peric (Helsinque), Alba Flores (Nairóbi), Esther Acebo (Estocolmo), Itziar Ituño (Raquel Murillo), Enrique Arce (Arturo), Kiti Mánver (Mariví), Pedro Alonso (Berlim), Juan Fernández (Coronel Prieto) e Mario de la Rosa (Suarez).



COMENTÁRIOS