segunda-feira, fevereiro 26, 2024

‘Labirinto – A Magia do Tempo’ | Um filme amado por cinéfilos com David Bowie e Jennifer Connelly

A força dos feitiços e das amizades. Lançado 37 anos atrás nos cinemas de todo o mundo, e depois quase eternizado aqui no Brasil em muitas sessões da tarde, ‘Labirinto – A Magia do Tempo’ nos leva para um mundo de faz de conta, da fantasia, num lugar onde as coisas nem sempre são o que aparentam ser.

A partir da jornada de uma jovem heroína na sua descoberta aos valores morais, com uma narrativa que transforma o roteiro em um criativo percurso com pitadas de veia lúdica, paralelos com as emoções e a realidade são vistos por todos os lados.

Na trama, conhecemos a jovem Sarah (Jennifer Connelly), uma adolescente que adora histórias de fantasia, principalmente a escrita pelo escritor briânico Sir Thomas Malory, Rei Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda.

Constantemente irritada, se vendo em frequentes conflitos com a madrasta e se sentindo abandonada em sua família, certo dia após seu pai e sua madrasta saírem e a deixarem sozinha com o meio-irmão, o temível Jareth (David Bowie) sequestra esse último e propõe um desafio para Sarah: ela tem 13 horas para chegar por meio de um complicado labirinto em um castelo para conseguir salvá-lo. Percorrendo esse lugar cheio de figuras mágicas, ela terá a ajuda de seres fantásticos.

Bebendo um pouco da fonte do clássico A História sem Fim, lançado dois anos antes, a fantasia proposta aqui envolve reflexões, para todas as idades, principalmente sobre os valores morais. Não é preciso de uma lupa gigante para se chegar a conclusões com os paralelos do lado de cá da telona. Fadas, duendes, minhocas falantes, são elementos místicos camuflados de um despertar para a maturidade.

A amizade chega em várias formas, assim como os conflitos que a vida traz, esse último na pele de um vilão, a personificação total de obstáculos que precisamos vencer atrás do que acreditamos.

Não deixe de assistir:

Produzida por George Lucas, a aventura com performances musicais marcou gerações de cinéfilos. O projeto conta com cinco canções compostas por David Bowie, intérprete também do conflituoso Jareth.

Para quem se interessar em assistir, ou até mesmo rever, o filme está disponível para aluguel no Youtube.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS