Líder do "culto sexual" que tinha Allison Mack diz que 'a culpa é das mulheres'

Líder do "culto sexual" que tinha Allison Mack diz que 'a culpa é das mulheres'


Durante uma entrevista ao Dateline, o advogado de Keith Raniere, acusado de ser líder de um culto sexual – o mesmo que a atriz Allison Mack ('Smallville') também comandava –, falou que as acusações de abuso sexual são "descabidas".

"Keith Raniere é um homem extremamente sensível. Ele nunca fez ameaças. Ele nunca ameaçou ninguém, e eu desafio qualquer pessoa que possa dizer o contrário."

Sobre a marcação a ferro na pele das mulheres, com as iniciais de Raniere e Mack, o advogado revelou:

"Eu não acho que ele gostava disso. Acredito que seja algo que as mulheres queriam fazer, e ele pensava não ser inapropriado se fosse a vontade delas. Essas mulheres queriam fazer parte do culto. Era um pouco extremo, um pouco perigoso, um pouco descolado. Era isso o que elas queriam."



A jovem atriz Allison Mack, de 35 anos, fazia parte do alto escalão de um esquema de tráfico sexual de mulheres, que usava como fachada uma seita de auto-ajuda. Mack ficou conhecida como a Chloe do seriado Smallville - As Aventuras do Superboy (2001-2011).

Mack foi presa por tais crimes, sob a acusação de ajudar o guru da seita, Keith Raniere, a escravizar mulheres e as marcar na pele com as iniciais do grupo secreto.

A bizarra e trágica revelação renderia um bom thriller dramático no cinema. Leia abaixo outras notícias relacionadas e fique ligado no CinePOP para os próximos capítulos desta sórdida história.

DUAS atrizes de ‘Smallville’ são acusadas de recrutar escravas sexuais para seita

Atriz de ‘Smallville’ acusada de recrutar escravas sexuais; ASSISTA nossa matéria!

Atriz de ‘Smallville’ é acusada de “recrutar escravas sexuais” para poderosos de Hollywood





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c