Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo - leve, divertido e com gostinho de quero mais

Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo - leve, divertido e com gostinho de quero mais

Nota:

"Como uma imagem passando, meu amor, minha vida..."

Sabe aquele dia que foi bem complicado, cheio de trabalhos, situações para resolver e tudo que você quer é ir ao cinema, sentar no sofá ou deitar na cama e assistir a um filme leve, divertido, até mesmo emocionante, e que traga aquela sensação de alívio? Bom, Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo está aí para isso.

A continuação de Mamma Mia! tem direção e roteiro de Ol Parker (Imagine Eu & Você) e apresenta uma história de tonalidade mais emocionante, com uma aura de tristeza/felicidade pairando sobre toda a narrativa. O roteiro é construído de forma coerente, levando o telespectador por uma viagem entre presente e passado, procurando esclarecer a trama de Donna (Meryl Streep / Lily James), como ela foi parar na ilha e conheceu os três pais de Sophie (Amanda Seyfried). Ao mesmo tempo em que mostra a jornada da personagem de Seyfried que descobre a recente gravidez.



É importante salientar que, assim como no filme anterior, a trama navega com naturalidade pelas músicas da banda ABBA, assim como os personagens, contando a história tão bem quanto. É impossível não se sentir envolvido pelo ritmo e não cantar junto, ou querer dançar no meio do cinema. O tom, por vezes, é mais sereno, mais carregado de emoção, o que amadurece a história vista anteriormente.

Os personagens, já amados pelo público, só fazem com que este sentimento aumente. A dupla interpretada por Christine Baranski e Julie Walters permanece como um dos melhores alívios cômicos do longa-metragem, assim como o trio Pierce Brosnan, Stellan Skarsgård e Colin Firth entregando excelentes momentos. Os artistas que interpretam os mesmos no passado captaram bem a essência dos personagens, o que torna a interação e narrativa mais crível e verídica. Cher, em toda sua glória, faz aparição como Ruby Sheridan, avó de Sophie, e nas cenas consegue também arrancar risadas.

Contudo, é preciso destacar duas atuações: a primeira sendo a de Amanda Seyfried, que durante todo o longa realiza uma performance impecável e consegue se sobressair diante os colegas de elenco. O brilho da gravidez parece ter sido incorporado na atriz que, além de estar belíssima fisicamente, apresenta um lado mais maduro de Sophie e só faz com que os espectadores se apaixonem ainda mais pela mesma. Em segundo fica Lily James, dando vida à jovem Donna, mostrando os motivos pelos quais é impossível não ficar vidrado na personagem, e se encantar pela leveza e personalidade peculiar da mesma. Sem contar que foi uma escolha excelente considerando a semelhança que ambas as atrizes apresentam no filme.

A direção de Parker cumpre o objetivo e faz o trabalho esperado no final do dia. A arte também acerta ao vestir os personagens de ambas as épocas, destacando as diferenças e semelhanças entre as versões, assim como a construção dos dois períodos. E é mais do que necessário parabenizar, mais uma vez, a produção pelas excelentes coreografias que só contribuem para tornar este longa-metragem tão fácil de ver e rever quantas vezes forem necessárias.

Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo é, sem sombras de dúvidas, um filme que irá te emocionar, divertir e querer ouvir até enjoar (difícil é enjoar) as músicas que compõem a trilha sonora. Prepare-se para embarcar novamente para Kalokairi e não querer sair mais.





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c