'Me Chame Pelo Seu Nome' é banido na China por conteúdo gay

'Me Chame Pelo Seu Nome' é banido na China por conteúdo gay


A China é conhecida por sua alta censura com todo e qualquer conteúdo homossexual, violento e político, e os filmes norte-americanos passam por uma alta avaliação para estrear por lá.

A vítima da vez é 'Me Chame Pelo Seu Nome', vencedor do Oscar 2018 por Melhor Roteiro Adaptado.

O filme foi banido no país e foi retirado da programação do Festival de Pequim, pois foi reprovado pelo órgão de censura chinês.

Segundo a Reuters, a justificativa é o conteúdo com temática gay.



Vale lembrar que o filme ganhará uma sequência, que está sendo desenvolvida pelo diretor Luca Guadagino ao lado de André Aciman, autor do livro que deu origem ao filme:

"Já estou concebendo a história junto com o André Aciman. Vai se passar cinco ou seis anos depois do original, quase nos anos 90. Vai ser um filme diferente, com um tom diferente. Vai ser ambientado na Costa Leste dos EUA, eles vão viajar. Ainda não começamos o roteiro, mas faremos isso muito em breve"

A continuação ainda não possui data de estreia. O drama LGBT ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado, além de ter sido premiado em diversos festivais.

A trama acompanha um jovem de 17 anos que começa um romance com um dos convidados de seu pai, durante as férias da família na Riviera italiana.

‘Me Chame Pelo Seu Nome’: Sequência deve abordar a epidemia da AIDS

‘Me Chame Pelo Seu Nome’: Sequência deve se passar após a queda do Muro de Berlim





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c