Michelle Rodriguez defende Liam Neeson contra acusações de racismo

Michelle Rodriguez defende Liam Neeson contra acusações de racismo



A atriz Michelle Rodriguez saiu em defesa do veterano Liam Neeson, após seus mais recentes comentários terem reverberado entre os internautas, que o consideraram racista.

Em uma entrevista à revista Vanity Fair, no amfAR Gala New York, ela afirmou que é impossível ele ser racista, justamente pela forma como ele beijou a atriz Viola Davis no filme ‘Viúvas‘.

Disse:

“Tudo isso é uma p*** mentira. Liam Neeson não é racista. Cara, você viu Viúvas’? Sua língua estava nas profundezas da garganta da Viola Davis. Você jamais pode chamá-lo de racista. Racistas não dão uns amassos com a raça que eles odeiam, principalmente do jeito que ele faz com sua língua – tão profunda na garganta dela. Eu não estou nem aí para o quão bom um ator pode ser. Isso é bobagem. Ignore, ele não é racista. Ele é um homem amável. É  tudo mentira”.

 

A Lionsgate anunciou que CANCELOU o tapete vermelho de ‘Vingança a Sangue-Frio‘, após as declarações polêmicas do ator em entrevista ao site The Independent, durante a qual se recordou de querer vingança contra ‘um preto bastardo’ depois de uma querida amiga de sua vida afirmar que foi estuprada.

Aproveite para assistir:


Por conta da crescente repercussão da entrevista, Neeson respondeu às acusações, em entrevista ao Good Morning America, de internautas que afirmam que ele é racista.

“Eu não sou racista. Nós estávamos fazendo uma coletiva de imprensa e o tema do filme Vingança a Sangue Frio é vingança. É uma comédia com humor negro também e a jovem jornalista estava me perguntando, ‘Como você entra nesse papel?’, e eu lembrei do incidente de 40 anos atrás em que uma querida amiga minha foi brutalmente estuprada e eu estava fora do país. Quando eu voltei, ela me contou sobre isso.”

Ele continua:

“Se ela dissesse que era um irlandês, um escocês ou um britânico, eu sei que teria tido o mesmo efeito. Eu estava tentando mostrar honra e lutar pela minha querida amiga de uma maneira terrivelmente medieval. Em falar, falar abertamente, sobre essas coisas. Nós todos fingimos que somos politicamente corretos, eu digo, nesse país é a mesma coisa que no meu, às vezes você arranha a superfície e descobre o racismo e a intolerância, e essas coisas estão lá.”

O que você pensa sobre o caso?



COMENTÁRIOS