Netflix anuncia nova série original brasileira de época; Saiba mais!

Netflix anuncia nova série original brasileira de época; Saiba mais!


A Netflix anunciou a produção de uma nova série original brasileira chamada 'Coisa Mais Linda'.

A série será ambientada no Brasil entre os anos 50 e 60 e mostrará o surgimento da revolução cultural da Bossa Nova no Rio de Janeiro. A primeira temporada começa as filmagens em 2018 e terá oito episódios de 1 hora de duração cada um.

O Vice-presidente de Conteúdo Original Internacional da Netflix, Erik Barmack, comentou:

"Estamos ansiosos para continuar investindo na incrível narrativa que o Brasil tem para oferecer, e nossos parceiros da Prodigo Films capturaram exatamente isso com 'Coisa Mais Linda'. Além de ser ambientada em uma época vibrante na cultura brasileira, a série conta uma história mais ampla sobre a autodescoberta, a busca dos sonhos e a emancipação das mulheres, temas incrivelmente relevantes para o nosso público tanto no Brasil quanto no mundo."



Na trama de 'Coisa Mais Linda', Maria Luiza, uma mulher conservadora e obediente que sempre dependeu de seu pai, Ademar, e de seu marido, Pedro. Quando Pedro desaparece, Maria Luiza precisa viajar de São Paulo ao Rio de Janeiro, onde o marido tinha planejado abrir um elegante restaurante. Contrariando o seu bom senso, e para o sofrimento de seu rígido pai, Maria Luiza decide ficar no Rio e dedicar-se a transformar a propriedade de Pedro em uma casa noturna de Bossa Nova. É essa decisão que marca o despertar de uma apaixonada transformação em Maria Luiza, uma mudança influenciada por novas amigas liberais e feministas, bem como uma nova chance de amar.

A Netflix também confirmou o lançamento da segunda temporada de '3%' em 2018, além da série 'O Mecanismo', com José Padilha e estrelada por Selton Melloe 'Samantha!', sitcom com Emanuelle Araújo e Douglas Silva.

Leia mais sobre os impostos da Netflix no Brasil:

Depois que o Senado Federal aprovou a lei para que serviços como a Netflix entrassem na regra de aquisição de "Imposto sobre Serviços de qualquer natureza" (ISS), o presidente Michel Temer estuda cobrar uma nova taxa - dessa vez através da Ancine (Agência Nacional do Cinema).

Segundo o jornalista Ricardo Feltrin, o governo quer tachear a Netflix um imposto conhecido como "Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional" (Condecine).

A taxa é cobrada de produtoras e distribuidoras de conteúdo no país, que tem que pagar em torno de R$ 7 mil por cada produção estrangeira com duração superior a 50 minutos (filmes, documentários, séries).

Como a Netflix disponibiliza centenas de título em seu catalogo, especula-se que a empresa terá que pagar em torno de R$ 300 milhões em taxas da Condecine.

O último reajuste da Netflix foi em Junho de 2017.

O plano que registou um aumento maior foi o Premium, que oferece quatro telas simultâneas e resolução 4K. O valor foi de R$ 29,90 para R$ 37,90, um aumento de 26%.

Confira o valor dos planos após o aumento:

Premium (Quatro telas simultâneas e conteúdo 4K): de R$ 29,90 para R$ 37,90
Padrão (Duas telas simultâneas e conteúdo HD): de R$ 22,90 para R$ 27,90
Básico (Uma tela): se manteve R$ 19,90

 

A Netflix é o principal serviço de TV por Internet do mundo, com mais de 37 milhões assinantes em 40 países assistindo a mais de um bilhão de horas de filmes, séries de TV e produções originais por mês.

Por um preço mensal baixo, o assinante Netflix pode assistir a quantos filmes e séries quiser, quando e onde quiser, em praticamente qualquer tela com conexão à Internet. O assinante pode assistir, pausar e voltar a assistir a um título sem comerciais e sem compromisso.

Com o aumento de 12,5%, a empresa agora permite que seus usuários acessem dois streams de vídeo ao mesmo tempo, em diferentes aparelhos.





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c