Quando ‘O Homem de Aço‘ foi lançado, diversos fãs criticaram o roteiro por conta da morte do General Zod (Michael Shannon), que teve o pescoço quebrado pelo Superman (Henry Cavill).

Para o público, o assassinato acabou desconstruindo a identidade heroica do Superman.

Durante uma entrevista para o Collider, o roteirista David S. Goyer revelou que escreveu um final alternativo no qual o vilão iria continuar vivo, mas isso poderia mudar todo o DCEU.

“No roteiro original, a nave kryptoniana que se transforma na Fortaleza da Solidão abrigava vários compartimentos de hibernação. No fim da luta, o Superman colocaria Zod numa dessas cápsulas e o enviaria ao espaço, onde ele iria permanecer à deriva, mas continuaria vivo. Acho que esse final iria agradar as pessoas, mas não era o final adequado [para a construção do DCEU].



O destino alternativo de Zod com certeza iria alterar os principais acontecimentos do DCEU, já que a morte de Kal-El em ‘Batman vs Superman‘ está diretamente ligada a Zod.

Como é mostrado ao longo do filme, o Apocalipse é criado a partir do cadáver do Zod, e a criatura é responsável por matar o Superman.

Aproveite para assistir:

Tudo isso leva a um importante momento de ‘Liga da Justiça‘, quando a equipe se reúne para ressuscitar o kryptoniano.

E aí, como você acha que seria o DCEU se Zod estivesse vivo?



Vale lembrar que uma das maiores reclamações dos fãs é que o Superman nunca foi mostrado como aquele verdadeiro herói dos quadrinhos e animações.

No entanto, o diretor Zack Snyder prometeu que isso vai mudar no Snyder Cut deLiga da Justiça’.

Durante uma entrevista com a jornalista Grace Randolph, o cineasta disse que precisava estabelecer a evolução do personagem antes de apresentá-lo como um símbolo de esperança.

“Adoro a ideia de o Superman se transformando através de sua própria jornada. Ele precisava se reconciliar com sua moralidade, com seu lugar na Terra, com sua relação com Lois e como tudo isso afeta a maneira como ele se relaciona com a humanidade. Ele está vivendo essa reflexões como todo nós fazemos em certo ponto da vida. Quando você entende isso, a jornada do Superman se torna muito mais compreensível e aceitável.”

Ele também disse que construiu o personagem assim para que o público pudesse enxergar o ser humano por trás de seus poderes.

“Quando vejo o Superman se questionando, eu me imagino em seu lugar como um homem comum. Eu penso: ‘Uau, e se eu fosse o Superman?’ É isso que faz dele tão interessante, e eu acho que seu lugar de destaque é o auge do heroísmo. No fim, ele vai atingir alcançar esse status.”

Lembrando que o Snyder Cut de Liga da Justiça‘ estreia na HBO Max em 2021.



Confira as imagens promocionais:


Não deixe de assistir: