Dirigido por Stanley Kubrick e inspirado no livro homônimo de Stephen King, O Iluminado completou 40 anos de lançamento em dezembro e segue como um dos filmes de terror mais influentes de todos os tempos.

[ALERTA DE SPOILERS] Se você não assistiu “O Iluminado” até hoje, recomendamos que pare de ler o texto por aqui [ALERTA DE SPOILERS]

Apesar de todo o prestígio que o filme conseguiu nessas últimas quatro décadas, é de conhecimento público que Stephen King não suporta o que foi feito com sua obra quando adaptada para o cinema. Isso porque Kubrick e Jack Nicholson deram uma nova interpretação para a história e seus personagens, o que desagradou muito ao autor, apesar de ter melhorado a obra em 200%.



Essa revolta toda de King, que chegou a fazer uma adaptação para a TV posteriormente – muito inferior ao filme de cinema -, se deu porque O Iluminado é um dos livros mais pessoais de King, que baseia os problemas de Jack Torrance, um escritor frustrado e alcoólatra, e a conturbada relação com a família as próprias experiências de Stephen, que teve graves problemas com alcoolismo e expôs nas ações do protagonista seus maiores medos do que sua condição poderia levá-lo a fazer. Por isso, o livro trabalha Jack como um homem bom sendo influenciado pelo sobrenatural do Hotel Overlook, chegando a dar a ele um tipo de redenção ao final da história. Então, quando Kubrick e Nicholson interpretam Torrance como um homem louco desde o início que apenas usa o sobrenatural como um gatilho para despertar o mal que já estava em si desde o início, King vê não apenas uma deturpação de sua história fictícia, mas também de suas experiências de vida.

Aproveite para assistir:

E um dos momentos do filme que confirmam esse mal inerente de Jack Torrance está completando 100 anos hoje. No final do filme, após congelar até morrer, Jack é visto em uma foto no Hotel Overlook que retrata uma festa acontecida em 4 de julho de 1921. Embora o filme não diga o ano em que se passa, os figurinos não indicam que a história se passe nos anos 1920, então não faria sentido que aquela fosse uma foto atual. Por anos, esse final gerou diversas interpretações do público, que usou da temática sobrenatural para concluir que aquela foto representava o próprio Hotel Overlook, agindo como uma entidade do mal, absorvendo a alma de Jack para sua história, assim como a de outras vítimas da maldade do local que também aparecem na imagem.

Porém, a visão mais aceita é a que essa foto prova que a alma de Jack Torrance e o Hotel Overlook estavam ligados há anos, mostrando que ele era uma reencarnação e que suas diferentes versões ao longo do tempo sempre retornariam para o hotel, onde perderiam a sanidade e atacariam a família, o que explica a sensação que Jack tem ao chegar ao Overlook e dizer que parece já conhecer o lugar.



O Iluminado está disponível no Telecine.

Visitamos o hotel que inspirou o livro e o filme:

Comentários

Não deixe de assistir: