Os Filmes Mais Esperados de Junho 2019

Os Filmes Mais Esperados de Junho 2019



E chegamos à metade do ano. Junho, o sexto mês de 2019, indica que já assistimos a quase todos os filmes que o ano tinha a apresentar em sua primeira parte. Significa também a abertura oficial dos blockbusters do verão norte-americano – bem, será difícil algum filme superar Vingadores Ultimato este ano (que foi lançado ainda em abril).

Seja como for, Junho reserva algumas grandes estreias. Comédias, animações, suspense, terror e alguns dos blockbusters mais esperados do ano. Vem com a gente conhecer o que junho nos trará de mais interessante.

06/06

X-Men: Fênix Negra

O primeiro X-Men (2000) foi o responsável pelo início da retomada dos filmes de super-heróis no cinema – depois de amargar fases ruins nas décadas de 1980 e 1990. Mas de uns tempos pra cá a franquia vem cambaleando e já não empolga mais o público quanto antes. Fênix Negra, um dos arcos mais queridos pelos fãs, será a prova final, antes da franquia cair nos braços da Disney. Alguns dos chamarizes são as presenças de Sophie Turner (recém saída de Game of Thrones) como a personagem título, e a vilã misteriosa de Jessica Chastain.

O Homem que Matou Dom Quixote

Há nada menos do que 20 anos em produção, este filme entrou para a história como um dos (ou “o”) longa mais atrasado para sair do papel desde sua concepção. Enfrentando todo tipo de problema, desde mortes e desistência de atores, o cineasta Terry Gillian passou por uma verdadeira epopeia, mas finalmente conseguiu lançar seu filme. A história mostra um homem desequilibrado (Jonathan Pryce), que acredita ser Dom Quixote.

Aproveite para assistir:


13/06

MIB: Homens de Preto – Internacional

Quem achava que a franquia Homens de Preto estava morta e enterrada depois da trilogia estrelada por Will Smith e Tommy Lee Jones (1997, 2002 e 2012), engana-se. Sete anos depois do último filme e a Sony resolve tomar novo fôlego e lançar esta sequência/reboot estrelada pelo casal de Thor: Ragnarok, Chris Hemsworth e Tessa Thompson. Desta vez, como diz o título, as aventuras vão além dos EUA.

Obsessão

Amamos um bom filme de suspense com doses de terror. E aqui é isso exatamente o que temos, dirigido pelo grande Neil Jordan (Entrevista com o Vampiro). Não bastasse isso, o elenco é encabeçado por duas atrizes quentíssimas, uma veterana e outra jovem. Chloe Grace Moretz vive a protagonista, que faz amizade com a viúva interpretada pela indicada ao Oscar Isabelle Huppert (Elle) – cujo nível de psicopatia começa a escalar até fugir do controle.

Dor e Glória

Junho é também o mês do retorno do prestigiado cineasta espanhol Pedro Almodóvar – três anos depois do lançamento de Julieta (2016). Aqui, como de costume, o diretor escreve e comanda o longa. A surpresa fica por conta do conteúdo, uma espécie de biografia própria, na qual Antonio Banderas (caracterizado a la Almodóvar) vive um diretor de cinema refletindo sobre suas escolhas, sua carreira e sua vida. Penélope Cruz e Leonardo Sbaraglia completam o elenco principal.

Fora de Série

O legal do cinema é justamente esta mistura heterogênea. Enquanto grandes diretores do cinema, como Almodóvar e Jordan retornam em nova forma, outros cineastas estreiam com o pé direito na função. E aqui temos a estreia da atriz Olivia Wilde no comando de uma obra, debutando de forma louvável e adquirindo todo elogio imaginável da imprensa especializada. O filme narra as desventuras de duas melhores amigas colegiais, super dedicadas aos estudos. Antes da formatura, no entanto, elas decidem cair na farra durante a última noite, tentando correr atrás do tempo perdido e fazer tudo o que perderam.

20/06

Toy Story 4

Após uma trilogia extremamente amada pelos fãs do mundo todo – que contou com um encerramento perfeito para a história de Andy e seus brinquedos vivos, encabeçados por Woody e Buzz – a Disney volta ao universo de Toy Story para um quarto filme, quase dez anos depois do terceiro. Precisava? Talvez não. Iremos perder? Diabos, não!!!

Casal Improvável

Charlize Theron é uma excelente esportista. Atriz vencedora do Oscar, modelo linda, ela parece ter tudo. Mas prova que sabe se divertir também, alternando obras dramáticas mais densas, com aventuras alucinantes, ficção científica, fantasia e tudo o que o mundo do entretenimento tem a oferecer. Ora, ela fez até Velozes e Furiosos 8. E por que não contracenar com Seth Rogen numa comédia escrachada? Aqui, eles vivem ex-colegas de colégio que tinham uma forte crush. Agora, ela é candidata à presidência dos EUA e ele um jornalista.

Espírito Jovem

Comparado a uma história de “Cinderela” com música, o longa fala sobre uma menina saída de uma pequena cidade, com sonhos de se tornar cantora. Após um concurso destes de TV, ela terá a chance de sucesso, mas será testada por sua integridade, talento e ambição. Depois de Natalie Portman em Vox Lux: O Preço da Fama, é a vez de Elle Fanning viver uma cantora no cinema.

27/06

Turma da Mônica: Laços

Fechado o mês e abrindo a época de férias escolares da criançada, Junho traz um dos filmes mais esperados do ano – tanto para crianças quanto adultos. A Turma da Mônica, quadrinhos criados pelo lendário Maurico de Sousa, fez parte da infância de crianças de diversas gerações, tendo sido criada ainda no fim da década de 1950. Agora, chega seu primeiro filme em live-action para os cinemas.

Annabelle 3: De Volta para Casa

A boneca endemoniada mais famosa do cinema está de volta em seu terceiro filme solo. Desta vez, no entanto, o novo longa se comporta como um verdadeiro capítulo da franquia Invocação do Mal, já que tem como protagonistas o casal Warren: Vera Farmiga e Patrick Wilson em pessoa. A direção é de Gary Dauberman, roteirista de A Freira (2018) e It: A Coisa (2017).

Pets: A Vida Secreta dos Bichos 2

Tudo bem que a animação mais esperada do mês é Toy Story 4. Mas o segundo Pets não fica tão atrás na preferência da garotada. O primeiro foi um sucesso grandioso para a Illumination Etertainment, o mesmo estúdio de Meu Malvado Favorito e Minions. A trama mostra a vida secreta que os animais de estimação têm após seus donos saírem para trabalhar.

Divino Amor

Um dos filmes nacionais mais aguardados do ano, o longa foi sucesso de crítica em sua estreia no Festival de Sundance deste ano. O CinePOP é um dos poucos veículos nacionais que já assistiu ao filme e nossa crítica você confere no link abaixo. A obra é o novo trabalho de Gabriel Mascaro (Boi Neon). A trama passada no futuro, faz uma crítica ao fanatismo religioso.

Crítica | Divino Amor: Dira Paes em redenção espiritual em drama de cair o queixo



COMENTÁRIOS