quinta-feira, fevereiro 29, 2024

‘Os Simpsons’: Criador confirma que o Homer continuará estrangulando o Bart na série

Em entrevista ao People, o cocriador James L. Brooks confirmou que não tem a intenção de se desfazer de uma das mais antigas “tradições” da popular série animada ‘Os Simpsons‘.

O realizador revelou que o Homer continuará estrangulando o Bart na produção.

“Não pense, nem por um segundo, que mudaremos alguma coisa. Não estamos ficando mais leves. Nada, nada, nada. [O Bart] continuará a ser estrangulado – se é que você quer usar este termo horrível para isso.”

Ele completa, “Ele continuará a ser amado pelo seu pai de uma forma muito específica.”

O tópico se tornou uma inesperada polêmica por causa do terceiro capítulo da 35ª temporada, intitulado McMansion & Wife. No episódio, os Simpsons dão as boas-vindas a uma nova família na vizinhança, e um novo personagem aperta a mão de Homer.

Em seguida, elogiando seu aperto, Homer brinca com Marge que todas aquelas vezes que engasgou Bart valeram a pena antes de dizer: “Brincadeira. Não faço mais isso. Os tempos mudaram”.

Lembrando que a 35ª temporada já está em exibição na Fox. No Brasil, as primeiras 34 temporadas de ‘Os Simpsons‘ já estão disponíveis no serviço de streaming Star+.

Confira o trailer:

Não deixe de assistir:

Vale lembrar que, anteriormente, a emissora havia renovado a animação para mais duas temporadas, garantindo sua continuidade até, pelo menos, 2025.

Criada por James L. Brooks, Matt Groening e Sam Simon, ‘Os Simpsons‘ é a série de comédia e animada de maior longevidade da história da televisão americana.

A trama segue as aventuras satíricas de uma família da classe trabalhadora na cidade desajustada de Springfield.

A produção conta com as vozes de Dan Castellaneta, Nancy Cartwright, Harry Shearer, Julie Kavner, Yeardley Smith, Hank Azaria e Pamela Hayden.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS