Página da ANCINE sofre ataques após anúncio do filme sobre Whindersson Nunes

Página da ANCINE sofre ataques após anúncio do filme sobre Whindersson Nunes



A página da Agência Nacional do Cinema (Ancine) no Facebook sofreu ataques após o anúncio de que o youtuber brasileiro Whindersson Nunes ganhará uma cinebiografia sobre sua vida com um orçamento de R$ 7,5 milhões, captado através da Lei do Audiovisual.

Após o MBL (Movimento Brasil Livre) notificar em sua página do Facebook sobre o filme, várias pessoas se revoltaram e começaram a avaliar a página da Ancine no Facebook com uma estrela. O movimento fez com que pessoas que apoiam a Lei do Audiovisual também avaliassem a página, com cinco estrelas.

Vale lembrar que a Lei do Audiovisual é um mecanismo de apoio indireto a projetos audiovisuais, pois permite que contribuintes (pessoas físicas e jurídicas) tenham abatimento ou isenção de tributos, desde que direcionem recursos a projetos audiovisuais aprovados na Ancine.

 

Segundo o UOL, a Conspiração Filmes (‘Vai que Cola – O Filme’) vai produzir o projeto que terá um orçamento de R$ 7,5 milhões, captado através da Lei do Audiovisual.

Aproveite para assistir:


Whindersson nasceu no Piauí e começou a ter fama em 2013 realizando vídeos de humor, e recentemente foi eleito pelo Google como a personalidade mais influente do país, com mais 23 milhões de seguidores e 1,8 bilhão de visualizações.

Ele também foi eleito o segundo youtuber mais influente do mundo, atrás do americano PewDiePie.

O projeto ainda não tem cronograma ou diretor definido.



COMENTÁRIOS