Ontem, o ator Ray Fisher fez sérias acusações contra o diretor Joss Whedon, alegando que os produtores-executivos Geoff Johns e Jon Berg permitiram um comportamento “nojento e abusivo” durante as filmagens de ‘Liga da Justiça‘.

Em entrevista à Variety, o produtor Jon Berg desmentiu o ator e disse que se tratam de “mentiras categóricas” que não condizem com seu trabalho.

Ray [Fisher] ficou irritado porque queríamos que ele dissesse ‘booyah’, esse é um clássico bordão do Ciborgue nas animações… Mas parece que ele ficou com vergonha disso, não entendi o porquê. Acho que foi uma atitude bem infantil da parte dele.”

Após a declaração, Berg não quis entrar em detalhes sobre sua relação com Fisher.

Procurado pela Variety, o cineasta Joss Whedon não respondeu as ligações, mas sua assessoria disse que ele “não iria comentar ataques de fúria infundados.”

Aproveite para assistir:

Para quem não se lembra, Whedon assumiu a direção de ‘Liga da Justiça‘ quando Zack Snyder foi afastado da função depois que sua filha morreu.

Quanto a Fisher, o intérprete do Ciborgue disse em seu perfil do Twitter que Whedon tratava o elenco com desprezo e total falta de profissionalismo.

Confira:

“O tratamento de Joss Whedon no set com o elenco e na equipe da ‘Liga da Justiça’ foi nojento, abusivo, pouco profissional e completamente inaceitável. Isso foi permitido, de várias maneiras, por Geoff Johns e Jon Berg. Responsabilidade> Entretenimento”, afirmou.

No entanto, diversos usuários do Twitter comentaram sobre o fato de Whedon ter ameaçado destruir a carreira de Gal Gadot caso ela se recusasse a gravar uma cena de muito mal gosto em que Flash (Ezra Miller) cai sobre os seios da Mulher-Maravilha.

Um internauta ainda afirmou que Whedon chegou a trancá-la em uma sala depois de passar por um surto psicótico.

Confira:

Joss gritou com a Gal e ameaçou destruir sua carreira caso ela se recusasse a gravar a cena”.

Gal Gadot não queria gravar essa cena, então Whedon a fez com uma dublê. É por isso que você não consegue ver o rosto dela”.

“Não se esqueça de dizer que ele a trancou em uma sala e ameaçou acabar com sua carreira se ela não fizesse a cena. Isso é muito importante e não deve ser omitido”.

Confira a cena em questão:

Vale lembrar que o papel do Ciborgue foi drasticamente reduzido nas refilmagens de Whedon, mas Zack Snyder prometeu que dará ao personagem o destaque merecido no novo corte do filme, que tem previsão de estreia para 2021 na HBO Max

Confira as imagens promocionais:

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE