sexta-feira, junho 21, 2024

Previsão Oscar 2024 – Parte 2 | Mais 10 Filmes que Devem Fazer Sucesso na Próxima Edição do Maior Prêmio do Cinema

Estamos oficialmente no antepenúltimo mês de 2023. Você tem noção? Sim, podemos dizer que o ano já ficou para trás, esperamos que você tenha realizado tudo o que planejou de meta para a sua vida. Para os amantes de cinema, o fim de um ano significa já começar a olhar para o outro e o que os próximos doze meses irão trazer nas telonas e nos streamings – desta vez, sem greve por favor.

Antes de começarmos a nos mobilizar para 2024, falta a última grande cerimônia de 2023. Mas calma, é claro que este ano ainda reserva alguns grandes filmes de entretenimento, que prometem arrastar multidões aos cinemas, como ‘Aquaman 2’, o novo ‘Jogos Vorazes’, ‘As Marvels’ e ‘Wonka’ – além de filmes esperados nos principais streamings, como ‘Rebel Moon’, por exemplo.

Com a greve dos roteiristas (que graças a Deus chegou ao fim) e a dos atores também (ainda em vigor), os estúdios se sentiram compelidos a adiar suas grandes produções, que poderiam muito bem chegar até o Oscar – vide ‘Duna – Parte 2’. Mas isso não significa que as produções de 2023 ficaram desamparadas ou que o próximo Oscar será um evento minguado. Nada disso, ainda temos muitas obras de qualidade para representar bem o ano e celebrar o melhor do cinema com muito gosto.

Leia também: Previsão Oscar 2024 – Parte 1 | 10 Filmes que Devem Fazer Sucesso na Próxima Edição do Maior Prêmio do Cinema

Pobres Criaturas

Pobres Criaturas’ é a mais nova “esquisitice” do diretor grego Yorgos Lanthimos. ‘A Favorita’ (2018), a última obra do cineasta, até então, recebeu nada menos que 10 indicações ao Oscar, incluindo melhor filme, e saiu vitorioso na categoria de melhor atriz para Olivia Colman. Aqui, Lanthimos resolve reimaginar o clássico ‘A Noiva de Frankenstein’ de uma forma única, trazendo a vencedora do Oscar Emma Stone como a criatura que ganha vida em um laboratório.

O filme inclusive foi empurrado para dezembro, justamente para ficar mais perto do Oscar. ‘Pobres Criaturas’ vem despertando elogios por onde passa, e muitos dão como certa a indicação de Stone como melhor atriz. A obra é visada ainda para indicações a melhor filme, diretor, atores coadjuvantes (Mark Ruffalo e Willem Dafoe), roteiro adaptado, direção de arte, figurino, maquiagem, fotografia, edição, efeitos visuais e trilha sonora – além, é claro, atriz.

A Cor Púrpura

Será que a nova versão de ‘A Cor Púrpura’ irá redimir a original? Baseado no livro de Alice Walker, a primeira adaptação ao cinema foi o primeiro trabalho mais sério e adulto de Steven Spielberg. Indicado para 11 Oscar, o filme ficaria conhecido como um dos maiores perdedores da história sem levar sequer um premiozinho para casa. Depois disso, a história virou um musical nos palcos de enorme sucesso, e é esta nova versão que vira filme agora, sendo cogitado para os prêmios de melhor diretor (Blitz Bazawule), melhor atriz (Fantasia Barrino), coadjuvantes (Taraji P. Henson, Danielle Brooks e Colman Domingo), roteiro adaptado, direção de arte, figurino, maquiagem, fotografia, edição, melhor som, e, é claro, melhor filme. Isso se não viver para se tornar o novo ‘Cats’ (2019). Deus nos livre.

Zona de Interesse

Não deixe de assistir:

Os próximos três itens da lista pegaram todo mundo de surpresa com suas aparições recentes, mas bastante enfáticas, no radar de todos os analistas e dos maiores veículos de cinema do mundo. Isso porque há alguns meses ninguém nem os conhecia, e definitivamente não estavam entre os mais badalados. Começamos com ‘Zona de Interesse’, da queridinha A24, que fez sucesso nos festivais de Cannes e Toronto. Imagine um casal bem-sucedido, construindo uma bela casa e um jardim de encher os olhos de qualquer um. A vida parece perfeita; não fosse pelo fato de que o pai é um oficial nazista durante a Segunda Guerra Mundial e a casa dos sonhos fica do lado de um campo de concentração em Auschwitz. ‘Zona de Interesse’ é cotado para melhor filme, diretor (Jonathan Glazer), ator (Christian Friedel), atriz coadjuvante (Sandra Hüller), roteiro adaptado, filme internacional (Reino Unido), direção de arte, figurino, edição, trilha sonora e som.

Anatomia de uma Queda

Olha ela aqui outra vez! A atriz alemã Sandra Hüller tem uma carreira que já dura 24 anos e um total de 44 produções de que participou – dentre as quais as mais famosas são ‘As Faces de Toni Erdmann’ (2016) e ‘O Homem Ideal’ (2021). Em 2024 ela poderá ter a chance de ficar internacionalmente conhecida, incluindo nos EUA – já que dois filmes que protagoniza estão cotadíssimos para o Oscar. Depois do item acima, ela chega com este ‘Anatomia de uma Queda’, produção francesa que fez sucesso em Cannes e fala sobre um menino cego que pode ser a única testemunha do assassinato do pai, talvez cometido por sua própria mãe. ‘Anatomia de uma Queda’ é visado para indicações de melhor filme, direção (para a francesa Justine Triet), atriz (Sandra Hüller), roteiro original e edição.

American Fiction

O terceiro filme que vem chegando sorrateiro nesta fase da corrida do Oscar é ‘American Fiction’, que tem tudo para ser a comédia ácida do ano. Escrito e dirigido por Cord Jefferson, o longa traz o sempre ótimo Jeffrey Wright como um escritor erudito e intelectual. Seus editores, no entanto, o obrigam a tentar uma abordagem mais popular em seu próximo livro, e ele decide tentar como forma de experimento. Dito e feito, ele se torna um fenômeno, precisando inclusive criar uma nova persona para si. ‘American Fiction’ vem despertando falatório de indicações para melhor filme, diretor, ator (Wright), ator coadjuvante (Sterling K. Brown), atriz coadjuvante (Erika Alexander), roteiro adaptado e edição.

Ferrari

Biografia do ex-piloto de corrida transformado em mega empresário do setor automobilístico, sinônimo de grandeza e sucesso, Enzo Ferrari. Uma história assim tem tudo para chegar até o Oscar. Ainda mais se na direção tivermos Michael Mann (‘O Informante’), saindo de um grande hiato e retornando para produções de prestígio; e no elenco nomes como Adam Driver no papel principal, e Penélope Cruz como coadjuvante. ‘Ferrari’ é visado para os prêmios de melhor filme, diretor (Mann), ator (Driver), atriz coadjuvante (Cruz), roteiro adaptado, maquiagem, fotografia, efeitos especiais, trilha sonora e som.

Origin

Nova produção de prestígio dirigida pela celebrada Ava DuVernay (‘Selma’). Aqui, a cineasta adapta para as telonas o livro de Isabel Wilkerson, a primeira mulher negra a ganhar o prêmio Pulitzer de jornalismo. O livro ‘Caste: The Origins of Our Discontents’ é tentativa de explicar o racismo em nossa sociedade, um tema fervoroso e que tem tudo a ver com o cinema de DuVernay. No filme, Wilkerson é interpretada pela atriz indicada ao Oscar Aunjanue Ellis-Taylor (‘King Richard’). ‘Origin’ é visado para indicações de melhor filme, diretora (DuVernay), atriz (Ellis-Taylor), ator coadjuvante (Jon Bernthal), atriz coadjuvante (Niecy Nash-Betts), roteiro adaptado, fotografia e edição.

Air – A História Por Trás do Logo

Um dos filmes mais elogiados de 2023, esta produção dirigida e estrelada por Ben Affleck conta como a Nike, uma das maiores empresas do mundo, saiu de uma fase ruim nos anos 80, ao criar uma linha de tênis chamada Air Jordan, toda baseada em Michael Jordan, considerado um dos maiores esportistas de todos os tempos. “Jogando” contra o filme está o fato de ele ter sido lançado no início do ano. Mesmo assim, ‘Air’ é visado para indicações a melhor filme, diretor (Affleck), roteiro original, maquiagem e edição, mas se tivéssemos que apostar, diríamos que a indicação de maior probabilidade é a de Viola Davis como atriz coadjuvante.

O Assassino

O trabalho anterior de David Fincher foi ‘Mank’, sua primeira parceria com a Netflix, que resultou em 10 indicações ao Oscar, incluindo melhor filme, e duas vitórias técnicas. Agora, o cineasta refaz a parceria com a maior plataforma de streaming da atualidade para a estreia de ‘O Assassino’, sobre um assassino perfeccionista, que passa por uma crise de consciência, mesmo ainda precisando trabalhar como matador de aluguel. No papel principal, Michael Fassbender pode orquestrar seu retorno aos holofotes. ‘O Assassino’ é visado para indicações a melhor filme, diretor (Fincher), ator (Fassbender), roteiro adaptado, edição, trilha sonora e som.

Homem-Aranha – Através do Aranhaverso

Sim, querido leitor. Muitos analistas e críticos apostam que a animação ‘Homem-Aranha: Através do Aranhaverso’ tem lugar reservado entre os 10 filmes indicados ao Oscar em 2024. A animação de estilo única foi uma das produções mais elogiadas do ano, e entrou na lista dos melhores do ano de muita gente. Lembrando que ele é a continuação do igualmente celebrado ‘Homem-Aranha no Aranhaverso’, de 2018, que levou para casa o Oscar de melhor animação daquele ano, desbancando o badalado ‘Os Incríveis 2’. Muitos fãs juram de pés juntos que queriam ter visto o longa entre os 10 melhores daquele ano no Oscar, e talvez a chance de redenção seja esta sequência, que dez entre dez espectadores consideram ainda melhor. ‘Aranhaverso 2’ é considerado para indicações a melhor filme, trilha sonora, som e efeitos especiais, mas deve levar mesmo é o de melhor animação.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS