Entre a inesperada morte de uma vizinha detestável e acusações injustas de homicídio, uma nova temporada de Only Murders in The Building (tanto série, como podcast) se faz necessária. E Steve Martin, Martin Short e Selena Gomez retornam para provar que é possível garantir o mesmo nível de maestria com um novo mistério. Expandindo a própria narrativa do condomínio Arconia, o mais recente ciclo agora definitivamente transforma o prédio – que fora palco de uma tragédia – em um personagem recorrente da produção.

E diante da morte de Bunny, uma desprezível moradora do residencial, Mabel, Charles e Oliver voltam a formar aquele imprevisível trio, capaz de garantir o humor, o drama e o suspense em uma única cena – sem qualquer tipo de esforço. Com suas três personalidades gradativamente se fundindo, os protagonistas ressurgem nos novos episódios de maneira diferente. Mais maduros e um pouco mais parecidos uns com os outros, eles começam a se transformar em um amálgama uns dos outros. Em Mabel, há um pouco de Charles e Oliver, e assim sucessivamente.

Essa mistura faz com que Only Murders in The Building (criada por Steve Martin e John Hoffman) ganhe um frescor maior, um sabor diferente. Embora cada personagem ainda siga seus padrões, os moldes foram deixados de lado para expandir a complexidade dos nossos heróis do cotidiano. E nossa relação com cada um dos três evolui de forma ainda melhor – a partir de uma conexão bem mais genuína. Enquanto audiência, conseguimos enxergar um pouco de cada um de nós nesse inusitado trio. Tudo isso ainda é incorporado por divertidas participações especiais logo em seus dois primeiros episódios, o que garante uma 2ª temporada bastante dinâmica a todo momento, fazendo de sua curta duração um dilema para o público – que naturalmente anseia por mais.


Essa maturidade narrativa construída de forma orgânica é fruto de um roteiro que entende as pressões de suprir o estrondoso sucesso do ciclo inaugural e que se permite brincar com isso, em pequenas sacadas metalinguísticas que criticam a falta de originalidade e apelo que muitas temporadas seguintes comumente sofrem. E com piadas leves que ajudam a reforçar o suspense investigativo da trama, Only Murders in the Building está de volta a plenos pulmões e promete uma excelente leva de episódios, que conforme nos instigam a ir adiante com o mistério, também nos fazem rir ao longo desse processo.

Aproveite para assistir:



Não deixe de assistir: