‘Psicose’? Homem vai preso após se vestir como a mãe para tirar a CNH para ela…

Diz o dramaturgo irlandês Oscar Wilde que “a vida imita a arte mais do que a arte imita a vida”. E um caso bizarro, por assim dizer, que aconteceu essa semana em Rondônia, região norte do Brasil, deixaria o escritor Robert Bloch e o diretor Alfred Hitchcock orgulhosos, no mínimo.

Isso porque um homem de 43 anos foi preso por falsidade ideológica e tentativa de estelionato. O motivo? Ele foi fazer a prova prática de direção vestido de mulher para tentar conseguir que a mãe tirasse a carteira de motorista. Segundo ele, sem que a mãe soubesse.

Heitor Márcio Schiave foi pego no DETRAN se passando pela própria mãe

Heitor Márcio Schiave, de 43 anos, é dono de uma oficina mecânica em Porto Velho, e foi ao DETRAN de Nova Mutum Paraná com o rosto cheio de maquiagem, uma camisa florida, uma saia longa e uma bolsa feminina para tentar fazer a prova no lugar de sua mãe. Uma servidora do órgão deu uma olhada no RG presente na ficha da mãe e achou o “personagem” suspeito.

Heitor chegou a fazer a prova de baliza quando a Polícia Militar de Rondônia foi acionada. O farsante foi preso no ato e agora aguarda uma audiência de custódia. À PM, ele disse que a mãe além de não saber sobre sua ação bizarra, estava em outro distrito.

Em “Psicose”, Norman Bates (Anthony Perkins) é o gerente do Motel Bates. Por conta de uma infância abusiva, o gerente cresce com um transtorno dissociativo de personalidade, achando que as mulheres são prostitutas. Certo dia, ele recebe Marion Crane (Janet Leigh) no trabalho e acaba se apaixonando por ela. Então, a mãe de Norman fica com ciúmes e o leva a assassinar sua amada.

[SPOILER]

Aproveite para assistir:

Mais tarde, durante as investigações, é descoberto que a mãe estava morta há anos e a sombra vista era o próprio Norman vestido com as roupas dela, alegando que a personalidade da mãe vivia nele.

 

Norman Bates na grande revelação de “Psicose”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[SPOILER]