Remakes live-action da Disney já acumularam US$ 7 bilhões desde 2010

Remakes live-action da Disney já acumularam US$ 7 bilhões desde 2010



Por mais que algumas adaptações live-action dos clássicos da Disney tenham sido criticadas, isso não refletiu em suas bilheterias.

Basta olhar os crescentes números de ‘O Rei Leão‘, que teve apenas 52% de aprovação no Rotten Tomatoes e, até o momento, já acumulou US$ 962,7 milhões pelo mundo.

Somando com as bilheterias das produções anteriores, o estúdio já acumulou um total de US$ 7 bilhões pelo mundo, desde 2010, de acordo com a CNBC.

Confira a lista com os remakes live-action e suas bilheterias pelo mundo:

Aproveite para assistir:


A Bela e a Fera’ (2017) – US$ 1,263 bilhão
‘Alice no País das Maravilhas’ (2010) – US$ 1,02 bilhão
Aladdin’ (2019) – US $ 1,00 bilhão (até agora)
‘Mogli: O Menino Lobo’ (2016) – US$ 966,6 milhões
O Rei Leão’ (2019) – US$ 962,7 milhões (até agora)
Malévola’ (2014) – US$ 758,5 milhões
‘Cinderela’ (2015) – US$ 543,5 milhões
‘Oz: Mágico e Poderoso’ (2013) – US$ 493,3 milhões
‘Dumbo’ (2019) – US $ 352,9 milhões

Lembrando que ‘O Rei Leão‘ continua em exibição nos cinemas.

Assista nossa crítica:

Dirigido por Jon Favreau (‘Mogli – O Menino Lobo‘), o longa é a versão live-action da animação clássica lançada em 1994.

Simba idolatra seu pai, Rei Mufasa, e leva a sério seu futuro real. Mas nem todos do reino celebram sua chegada. Scar, o irmão de Mufasa e anterior herdeiro do trono, tem seus próprios planos. A batalha pela Pedra do Reino será repleta de traições, tragédia e drama, resultando no exilo de Simba. Com ajuda de uma curiosa dupla de novos amigos, Simba deverá descobrir como crescer e tomar o que é seu por direito.

O elenco conta com Donald Glover (Simba), Beyoncé (Nala), Chiwetel Ejiofor (Scar), Seth Rogen (Pumba), Billy Eichner (Timão) e James Earl Jones (Mufasa).



COMENTÁRIOS