Faltam menos de vinte e quatro horas para a estreia da aguardada série ‘The Bad Batch’, nova produção do universo ‘Star Wars’ que promete agradar a sith e jedi. Porém, como sai um pouquiiiinho do conhecimento geral dos filmes, vamos explicar para vocês mais ou menos o que a gente pode esperar da nova série:

Estreia dupla

Os assinantes da Disney+ já perceberam que o dia de estreia na plataforma é sexta-feira, porém, para celebrar a estreia de ‘The Bad Batch’ e o Dia Mundial Star Wars – amanhã, dia 4 de maio, que em inglês é May, the 4th, que faz um trocadilho sonoro com a célebre frase da saga, “que a Força esteja com você” – o primeiro episódio da nova série estreará amanhã! Depois, os novos episódios passarão a chegar à plataforma toda sexta-feira. Ou seja, só essa semana teremos dois episódios novinhos, oba!



O que devo assistir antes de ‘The Bad Batch’?

Bom, é lóóógico que o ideaaaal seria ver tudo de Star Wars né, mas, para essa série em específico, bom mesmo seria ver a série animada ‘The Clone Wars’. Sim, são sete temporadas, mas é de lá que surge a história central de ‘The Bad Batch’. Corre que dá tempo!

Quem são os Bad Batch?

Se você assistiu a ‘Clone Wars’, você já conhece os Bad Batch, mas, se não, não se preocupe, a gente explica: eles são o “lote estragado” (com o perdão do trocadilho) dos Troopers. São um time de Troopers cujo DNA sofreu mutação do padrão original, intencionalmente modificados para desenvolverem habilidades específicas.



Clone Force 99

Bom, esse é o nome da unidade desses Troopers, e recebeu esse nome em homenagem ao clone número 99, um clone malformado e defeituoso que foi destacado para trabalhar como zelador, em vez de ser um soldado. 99 deu sua vida para ajudar ao grupo de Domino (outro grupo significativo de ‘The Clone Wars’).

Aproveite para assistir:



Característica dos Bad Batch

Já deu pra entender que esses Troopers fogem ao padrão da regra, né? Eles têm uma taxa de aproveitamento de 100% (ao contrário dos Troopers normais, que não conseguem acertar nem uma latinha no deserto), mas também são bastante imprudentes e impulsivos. Apesar de individualmente serem explosivos, é a capacidade de trabalhar em equipe, como uma unidade, que mais fortalece e surpreende esse grupo de soldados.

Império



Como já dito, a série irá seguir o tempo imediatamente após ‘The Clone Wars’. Isso significa que tudo indica que poderemos ver os primeiros anos de ascensão do Império – pela primeira vez!

Criança Misteriosa

Não é a primeira vez que teremos o futuro nas mãos de uma criança. Tudo indica que teremos mais uma criança misteriosa aqui, um personagem novo na saga, e supostamente seu nome será Omega. Ela parece ter como arma um arco energizado. É o maior centro de teoria entre os fãs, pois não se sabe se ela é menino ou menina ou até mesmo se ela também é um clone, já que seu nome entra no padrão de nomeação dos clones.

Moff Tarkin


Tudo indica que o principal antagonista da série será Moff Tarkin. O trailer mostra os Bad Batch treinando em um local que parece ser Kamino, a casa dos clones. Como Echo faz parte dessa cena, tudo indica que ela acontece perto do fim da Guerra dos Clones, e não depois. Moff Tarkin fica impressionado com as habilidades dos clones, porém demonstra preocupação com o grau de desobediência deles.

Clone de Palpatine

Aqui começam as especulações, e essa teoria foi levantada pelo site inverse.com , que alega que a criança misteriosa seria um clone do próprio Imperador. Essa teoria é corroborada por ‘A Ascensão Skywalker’, em que é dito que Palpatine experimentalmente criou clones de si mesmo. Será?

Pingente da Criança

Em Star Wars, tudo se conecta, até mesmo o pingente frontal usado pela criança Omega está virando assunto de teorias. Segundo o canal Star Wars Meg, ele é muito similar ao utilizado por Nala Se nas guerras clônicas, e isso seria um indicativo de que esta joia teria maior valor para os kaminoanos.

Clone Feminino

Ainda no universo das teorias, fãs especulam que Omega, a criança misteriosa, poderia ser na real um clone de Jango Fett. Isso é reforçado pelo sotaque no inglês original da personagem, que tem tom neozelandês, característico dos clones. Se a criança tiver crescido cercada por clones, faz sentido ela ter adotado esse sotaque e ter sido chamada para se juntar aos Bad Batch. A pergunta que fica é: por que os kaminoanos teriam criado um clone feminino?

Personagens queridos

Preparem seus corações, pois personagens queridos da franquia estarão de volta! Dentre os já confirmados, podemos esperar ver Saw Guerrera, o robozinho R2-D2, Fennec Shand e o Comandante Rex. Oba!

E aí? Você está animado para assistir ‘The Bad Batch’?

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva