A Globo exibe neste domingo o filme Vingadores: Guerra Infinita (2018). Fenômeno de crítica e bilheteria, o longa é considerado por muitos como o melhor filme de todo o Universo Cinematográfico Marvel. Pensando nisso, o CinePOP separou 10 curiosidades acerca desse filmaço que emocionou milhões de fãs ao redor do mundo. Confira!


Mudança no comando

Apesar de ter dirigido os dois primeiros filmes dos Vingadores, tendo superado a marca do US$ 1 bilhão nos dois, o diretor Joss Whedon não retornou para Guerra Infinita. Além de A Era de Ultron (2015) ter ficado abaixo das expectativas de crítica e bilheteria, o diretor teve divergências criativas com a produção da Marvel e com os atores, admitindo que tinha problemas em comandar grandes elencos que necessitavam de seu próprio tempo em tela. Por outro lado, os Irmãos Russo agradaram à diretoria com sua manipulação dos personagens em Capitão América: Guerra Civil (2016) e acabaram sendo escolhidos para a missão de encerrar a saga dos Vingadores Originais nos cinemas.

IMAX


Vingadores: Guerra Infinita foi o primeiro filme que não fosse um documentário a ser gravado inteiramente com câmeras IMAX. E como ele foi filmado simultaneamente com Vingadores: Ultimato (2019), a continuação se tornou o segundo filme a ser rodado inteiramente com essa tecnologia.


Spoilers

Famosos por serem verdadeiras bocas de sacola, soltando Spoilers a cada entrevista, Tom Holland e Mark Ruffalo passaram por algumas medidas especiais para evitar vazamentos. Enquanto Holland só teve acesso ao roteiro durante as gravações, Mark ganhou um roteiro falso, que depois ele disse ser até melhor do que o verdadeiro. Mas isso pouco adiantou, porque durante uma entrevista, Ruffalo acabou revelando que todo mundo morria. Só que como parecia uma ideia muito absurda, ninguém levou a sério na época.

Aproveite para assistir:



Rotina pesada 

As filmagens de Guerra Infinita começaram duas semanas após o fim das gravações de Pantera Negra. Então, todos os personagens do núcleo de Wakanda praticamente pularam de uma gravação para outra. Isso explica, por exemplo, porque o Pantera Negra tem poucas cenas no filme. Quando começaram as filmagens, a produção ainda não sabia do fenômeno cultural que o longa se tornaria. E quem deve ter sentido mais esse ritmo intenso das gravações foi o próprio Chadwick Boseman, que tratava secretamente de um câncer letal.

Velho conhecido


A voz do mensageiro da nave asgardiana na introdução do filme, clamando por socorro e avisando a Thanos (Josh Brolin) que eles não eram uma nave de guerra, é de Sir Kenneth Branagh, o diretor do primeiro filme do Thor (2011).


Protagonista


Quando as pessoas dizem que Guerra Infinita é um filme do Thanos, não é exagero. Dentre todos os heróis e vilões do filme, o Titã é o personagem que mais tem tempo de tela. Somando toda sua participação no longa, ele aparece por 29 minutos. A segunda personagem com mais tempo de tela é a Gamora, com 19 minutos e 30 segundos, seguida pelo Homem de Ferro, com 18 minutos.

Regrinhas


Em meio a tantos detalhes que envolvem o Thanos, o real protagonista do filme, um deles acaba passando despercebido por grande parte do público. Para deixar as coisas mais justas e dar alguma chance pros heróis o enfrentarem, os Irmãos Russo definiram que o Titã Louco só conseguiria usar as Joias do Infinito se fechasse a mão, centralizando o poder na manopla. Da mesma forma, para lembrar o público de suas habilidades, toda vez que Thanos pega uma Joia nova, ele a usa na cena seguinte.

Cantinho brasileiro


Falando no Thanos, o visual do planeta Vormir é bem familiar para os brasileiros. Isso porque os lençóis em que Thanos acorda ao conseguir a Joia da Alma são os Lençóis Maranhenses.
Originalmente, a ideia era que ele acordasse num rio do sangue de suas vítimas, mas para evitar problemas com a classificação, eles mantiveram as águas maranhenses.

Nave nova


Os Guardiões da Galáxia aparecem voando em uma nave diferente da Milano, que foi deixada em Berhert sem finalizar os reparos, como visto em Guardiões da Galáxia Vol.2 (2017). Apesar de não explicarem a chegada dessa nova nave, dá para se concluir que ela foi comprada – ou roubada – pelos danos da Milano terem destruído a nave de vez. Por sinal, essa nova espaçonave se chama Benatar.

Ciclo sem fim 


Como esse filme é sobre a divisão dos heróis e tem esse clima pra baixo de derrota geral, Guerra Infinita é o único filme dos Vingadores que não conta com o time fazendo uma rodinha para enfrentar o mal ou um plano-sequência da equipe passando por todos os membros.


Vingadores: Guerra Infinita está disponível no Disney+.

Não deixe de assistir: