O cineasta vencedor do Oscar, Woody Allen, alegou que o ator Timothée Chalamet o denunciou publicamente, após as filmagens do filme ‘Um Dia de Chuva em Nova York‘, a fim de alavancar sua carreira e conquistar uma indicação ao Oscar pelo filme ‘Me Chame Pelo Seu Nome‘.

A informação foi compartilhada por meio de seu novo livro de memórias, ‘Apropos of Nothing‘. Em um trecho da obra, ele conta que o ator agiu de caso pensando, a fim de não se prejudicar diante da Academia.

De acordo com as palavras de Allen:

“Todos os três protagonistas de ‘Um Dia de Chuva em Nova York‘ foram excelentes e foi um prazer trabalhar com eles. Mais tarde, Timothée declarou publicamente que se arrependia de ter trabalhado comigo e estava dando o dinheiro para a caridade, mas jurou à minha irmã que precisava fazer isso porque estava na corrida para ganhar uma indicação ao Oscar por Me Chame Pelo Seu Nome, e ele e seu agente sentiram que ele tinha uma melhor chance de ganhar se ele me denunciasse publicamente, então assim ele fez”.

Ainda assim, Allen reitera no seu livro que não se arrepende de ter trabalho com o jovem ator de 24 anos.

Woody Allen ainda enfrenta alegações verbais de ter molestado sua filha adotiva Dylan Farrow. No entanto, no passado, o cineasta chegou a ser submetido ao detector de mentiras e fora investigado, sendo eventualmente inocentado por faltas de provas.

 

 

Aproveite para assistir:

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE