O Carnaval está na porta. A maior festa brasileira, e uma das maiores do mundo, para o nosso país por uma semana. Mas nem todos são foliões e existem os que só querem descanso e água fresca. Para estes, a boa pedida é ver o maior número possível de filmes no conforto de seu lar. E nada melhor do que o colosso do streaming Netflix para nos ajudar nesta tarefa.

Pensando nisso, o CinePOP resolveu separar 10 filmes disponíveis no catálogo da Netflix de um gênero que, apesar do descanso em casa, promete tirar o fôlego: a ação. Vem conhecer e não esqueça de anotar e comentar.

Esquadrão 6

A Netflix resolveu mesmo escalar grande parte de Hollywood para a confecção de suas produções originais. Mas não se preocupe, em breve eles escalarão a outra metade também. Os novos contratados da casa são o diretor “explosivo” Michael Bay e o astro Ryan Reynolds. A dupla se une para criar este filme sobre uma equipe de ex-agentes renegados, agindo por conta própria para combater o mal. Reynolds vive o Bruce Wayne da vez, um milionário que financia toda a operação.

O roteiro foi escrito pelos colegas do ator, Rhett Reese e Paul Wernick, responsáveis pelos dois Deadpool (2016 e 2018), e o elenco conta ainda com Mélanie Laurent (a Shosanna de Bastardos Inglórios) e Adria Arjona (que estará em Morbius).

Crítica | Esquadrão 6 – Netflix lança o filme MAIS Michael Bay do Michael Bay!

Operação Fronteira

10 filmes de terror no Amazon Prime Video para fugir dos problemas…

Aproveite para assistir:

10 Séries de Comédia para Maratonar nas Próximas Semanas

Seguindo o tema de agentes renegados, este filme por muito tempo foi desenvolvido por Kathryn Bigelow, única mulher a vencer o Oscar de melhor diretora, tendo inclusive seu usual colaborador Mark Boal mantido no roteiro. Mas quem terminou assumindo o comando foi J.C.Chandor (O Ano Mais Violento), outro cineasta de grande prestígio.

A trama narra a jornada de cinco amigos ex-militares das forças especiais que decidem ir atrás e se vingar de um líder de cartel na América do Sul. No caminho, encontram a fortuna do sujeito escondido numa casa e decidem pegá-la. O elenco é outro chamariz e traz Ben Affleck, Oscar Isaac, Pedro Pascal, Charlie Hunnam e Garrett Hedlund protagonizando.

Crítica | Operação Fronteira – Ben Affleck e Oscar Isaac comandam thriller de ação

Os Bad Boys e Bad Boys II

Aproveitando o gancho da estreia do elogiado Bad Boys Para Sempre (ainda em cartaz nos cinemas brasileiros e pelo mundo), terceiro episódio da franquia protagonizada por Will Smith e Martin Lawrence na pele de parceiros policiais bem diferentes, nossa terceira dica da lista são justamente as duas aventuras anteriores da dupla.

Lançadas em 1995 e 2003, os filmes são reflexo de suas respectivas décadas – ambos dirigidos por Michael Bay (ele de novo). No primeiro, Bay estreava no cinema e a dupla protagonista igualmente dava seus primeiros passos. No segundo, os três já eram astros e naturalmente a continuação é muito mais inchada em todos os sentidos. Os não familiarizados com a franquia podem assistir aos dois primeiros longas na Netflix e depois correr para o cinema e conferir Bad Boys para Sempre, que não conta mais com a direção de Michael Bay e é provavelmente o melhor exemplar da série.

Crítica | Bad Boys para Sempre – Michael Bay sai e a qualidade melhora

Caçadores de Emoção

Por falar em Kathryn Bigelow, a diretora está no comando desta cultuada obra de ação, embora muitos não saibam ou não lembrem deste fato. Clássico da Sessão da Tarde, Caçadores de Emoção traz o novo crush mundial da internet Keanu Reeves na pele de um agente do FBI que precisa se infiltrar numa gangue de surfistas – secretamente agindo como ladrões de banco para financiar seu estilo de vida despreocupado e viciado em adrenalina. Quem comanda os adoradores de grandes ondas é o líder espiritual Bodhi, interpretado pelo saudoso Patrick Swayze.

Caso o ator de Dirty Dancing estivesse vivo, não duvido que os produtores tratassem de tirar da cartola uma sequência, para aproveitar o status atual de Reeves como lenda dos milênios. Mas como o ator faleceu em 2009, a opção foi por um remake lançado em 2015 – bem inferior ao original.

Acts of Vengeance

Conhecido também pelo título em português Assassinos Múltiplos, este é um veículo para outro ator renovado, o espanhol Antonio Banderas – indicado ao Oscar este ano pela primeira vez devido a seu trabalho no drama Dor e Glória, do amigo Pedro Almodóvar. E por falar em Keanu Reeves, Banderas é quem dá uma de John Wick aqui, protagonizando na pele de um sujeito “porradeiro”, decidido a vingar a morte de sua família.

Epidemia

Na onda do medo mundial do Coronavírus, a prevenção pode vir também do cinema. E este filme, sobre o qual mencionei recentemente na matéria das produções sobre vírus letais, fala justamente do combate a uma epidemia mortal, se espalhando rapidamente. Embora aqui o vírus da vez fosse o Ebola. Dustin Hoffman protagoniza na pele de um médico militar correndo contra o tempo, enquanto um macaco trazido da África espalha a doença pela Califórnia. Rene Russo, Morgan Freeman e o maldito Kevin Spacey completam o elenco principal.

Epidemia no Cinema | Conheça 10 Filmes Sobre Vírus Mortais

À Queima-Roupa

Por falar em filmes de vingança, esta produção original da Netflix traz Anthony Mackie (o Falcão dos filmes da Marvel) à frente do elenco, na pele de um sujeito que vê sua mulher sequestrada por policiais corruptos. Sua única solução é se unir a um criminoso hospitalizado, ajudá-lo a fugir e iniciar o contra-ataque. No papel de seu parceiro nesta empreitada, outro veterano da Marvel, Frank Grillo (o vilão Crossbones dos filmes do Capitão América).

Crítica Netflix | À Queima Roupa: É divertido, mas não o leve tão a sério

Close

Escrito e dirigido pela britânica Vicky Jewson, este longa é puro girlpower. E para tanto, quem protagoniza injetando muita adrenalina é a durona Noomi Rapace, a garota da tatuagem de dragão original. Aqui, ela vive uma guarda-costas cuja missão é proteger uma rica herdeira de assassinos contratados para matá-la. Este é outro filme original da Netflix.

Mortal Kombat

Enquanto o reboot produzido por James Wan não chega (programado para estrear no ano que vem), que tal relembrar o filme original dirigido por Paul W.S. Anderson. Considerado uma das melhores adaptações de videogame para o cinema, assim como um dos melhores filmes do diretor, o longa baseado no famoso jogo de luta continua a ganhar status de cult com o passar do tempo. A dica vale também para os que não conhecem e nunca assistiram à produção.

Este que vos fala teve o prazer de assistir no cinema ainda jovenzinho e me lembro da diversão que foi. A trama todos já devem conhecer: um torneiro de luta realizado em outra dimensão, atrai todo tipo de competidor, deste e de outros mundos.

Quatro Irmãos

A última dica da lista serve como homenagem também – ao saudoso diretor John Singleton, que nos deixou cedo demais aos 51 anos em abril do ano passado. De fato, Quatro Irmãos foi seu último grande filme para as telonas (escolhemos ignorar a atrocidade conhecida como Sem Saída, com Taylor Lautner). O que muitos talvez não saibam é que Singleton possui dois recordes em sua carreira como cineasta: foi primeiro negro da história a ser indicado na categoria de melhor diretor no Oscar e o diretor mais jovem a ser indicado – recorde que ainda mantém.

Na trama, baseada no faroeste Os Filhos de Katie Elder (1965), com John Wayne e Dean Martin, quatro irmãos adotivos, malandros de um bairro pobre nos EUA, se unem para investigar o assassinato da mulher que lhes acolheu na infância.

15 Séries da Netflix Para Maratonar

15 Séries da Globoplay Para Você Maratonar

15 Séries da Amazon Prime Para Maratonar neste mês

10 reality shows insanos pra você que amou The Circle e Casamento às Cegas

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE