2020 chegou e o streaming da Netflix teve um 2019 promissor, com uma prolífica produção de conteúdos originais que foram lançados ao longo de 12 meses.

Com títulos novos estreando quase que diariamente, a plataforma trouxe mais de 365 conteúdos jamais vistos, com novas séries como ‘Chambers‘, além de temporadas inéditas de produtos já amados como ‘Stranger Things‘ e ‘La Casa de Papel‘.

Mas 2019 também foi marcado por algumas séries que não caíram no gosto da audiência e acabaram passando pelo facão da Netflix, sendo abruptamente canceladas. Além disso, outras não chegaram a ser genuinamente encerradas dessa forma, mas suas jornadas de declínio acarretaram em uma perda drástica de audiência e, consequentemente, podem ter seus respectivos futuros abreviados pela empresa.

E para você entrar na nova década bem informado e atualizado, separamos uma lista caprichada com 10 séries originais da Netflix que fracassaram 2019. Confira!

Insatiable

Aproveite para assistir:

O primeiro ano de Insatiable foi regado por polêmicas e decisões de caráter bem duvidoso. Com a série sendo acusada de ser gordofóbica, a produção chegou a gerar um grande repúdio antes mesmo de seu lançamento. Ativistas e o público geral se revoltaram com a trama, a considerando inadequada para os tempos contemporâneos por defender padrões de beleza nada saudáveis e por usar o formato plus size como motivo de piada. Além disso, a protagonista Debby Ryan foi duramente criticada por ter usado um fat suit (traje gordo) para parecer estar acima do peso e interpretar uma adolescente gorda.

Esse quadro caótico veio acompanhado de avaliações bem negativas logo em seu primeiro ano. A primeira temporada fracassou em cativar sua audiência em 2018 e quando o seu novo ciclo estreou em 2019, as audiências já não estava interessadas em dar uma nova chance para a série, que por fim caiu no ostracismo – com nem ao menos a crítica especializada se dando o trabalho de avaliar os novos episódios. No site do Rotten Tomatoes, nenhum jornalista afiliado escreveu sobre a série e 34 usuários compartilharam suas percepções.

Com sua baixa/péssima influência cultural, Insatiable atualmente se encontra entre a cruz e a espada, com seu futuro bem incerto.

13 Reasons Why


A terceira temporada da popular (e também polêmica) série sobre bullying atingiu o pico mais alto da falta de noção, com sua trama cruzando fronteiras até então impensadas. O ciclo atual recebeu duras críticas por ter transformado o antagonista e estuprador Bryce em uma vítima mal compreendida, ao ponto de tentar mudar sua personalidade e caráter por meio de uma nova personagem, vivida por Grace Saif – que se tornou uma figura insuportável e detestável por grande parte dos fãs.

Tentando trazer de volta o mesmo frenesi que sua tumultuada primeira temporada gerou, a série produzida por Selena Gomez se distanciou do foco principal – que era abordar os reflexos do bullying, abuso sexual e da depressão, para se tornar um programa com fins lucrativos, que estica sua narrativa sem ser substancial, força as circunstâncias e seus personagens e explora – de maneira bem exaustiva – situações traumáticas sem nenhum propósito genuíno.

Pouco depois da estreia de seu terceiro ciclo, a Netflix anunciou que 13 Reasons Why se encerrará com sua quarta temporada.

Jessica Jones

A parceria entre a Marvel TV e a Netflix rendeu em boas séries originais e uma delas foi Jessica Jones, que teve uma primeira temporada forte e consistente, mas viu sua jornada ser encerrada com apenas três temporadas. É notável que os dois ciclos subsequentes tiveram uma redução significativa em seu público, mas o motivo maior do cancelamento não se trata unicamente de sua audiência, mas sim do início do fim da união de forças entre ambos os estúdios.

Com a Disney decidida a investir em seu próprio streaming, o Disney+, as relações entre ambas as empresas ficaram um pouco mais estremecidas, resultando na fatídica decisão de colocar um fim no leque de séries feitas em parceria.

O Justiceiro

A série protagonizada pelo carismático Jon Bernthal é também fruto da mesma circunstância. Nascida como fruto dos anseios dos fãs, após a breve (porém impactante) aparição do personagem na segunda temporada de O Demolidor, O Justiceiro recebeu muitos elogios do público e contou com dois ciclos.


Havia a expectativa de que uma terceira temporada encerraria a jornada do anti-herói, mas A Netflix e a Marvel TV optaram por deixar a trama como estava.

Como Vender Drogas Online (Rápido)

A série de comédia teen alemã já se apresenta de forma auto descritiva em seu título, mas nem a irreverente premissa foi o bastante para cativar o público. Com apenas duas críticas especializadas registradas no agregador de reviews Rotten Tomatoes, a produção parece não ter caído no gosto dos usuários, contando com apenas 72 avaliações de internautas.


A produção ainda não teve o seu cancelamento confirmado, mas o fato de ela não ter conquistado uma audiência significativa serve como fundamento para arquivar o projeto e não mais investir nele.

Friends From College

A série cômica tentou capturar a atenção dos fãs órfãos de Friends e How I Met Your Mother, mas nem a insistência em uma segunda temporada foi o bastante para garantir sua sobrevivência na Netflix. Pouco após a estreia do novo ciclo, a plataforma optou por passar o facão no projeto, encerrando a curta jornada dos amigos de faculdade sem cerimônia (e muito paciência).

Vândalo Americano

A premissa de Vândalo Americano era realmente cativante. Se apropriando do gênero mockumentary, a trama relatava travessuras juvenis como se elas fossem crimes genuinamente graves. Com uma boa execução técnica, a produção tinha o seu valor e o seu primor, mas parece ter sido pouco divulgada pela própria Netflix, fazendo com que poucas pessoas chegassem a conhecê-la.


A sátira de documentários “true crime” não resistiu e viu sua jornada ser encerrada após a segunda temporada.

Santa Clarita Diet

Santa Clarita Diet já tinha consolidada uma fanbase e sua abordagem tragicômica com toques de humor negro era realmente cativante, rendendo em boas risadas. A dinâmica entre os protagonistas também funcionava muito bem, com a dupla Drew Barrymore + Timothy Olyphant liderando o restante do elenco de maneira caricata e com muito primor.

No entanto, nem mesmo o sólido sucesso da série com pegada de zumbi foi tão convincente assim para garantir uma quarta temporada de encerramento. Ao final de tudo, os apaixonados pela comédia viram a trama acabar de maneira abrupta e sem responder metade das perguntas elencadas nos ciclos anteriores.

The OA

Talvez The OA esteja muito à frente de seu tempo e o público contemporâneo não esteja genuinamente pronto para sua profunda e complexa trama. Fato é que a série, criada e estrelada por Brit Marling, é uma das produções mais inteligentes e bem executadas dos últimos anos. Com uma trama bem amarrada e intrigante, a série conseguiu conquistar uma audiência grandiosa ao redor do mundo logo em seu primeiro ciclo.

Sua segunda temporada veio regada de expectativas, principalmente pelo fato de ter demorado quase três anos para chegar à plataforma de streaming. Ainda assim, a longa espera foi bem recompensada, com um novo ciclo ainda mais avassalador e conflitante. Independente disso tudo, a Netflix decidiu por puxar o plug e cancelar a produção, sem chances de um terceiro ciclo de encerramento. E nós ficamos aqui, à deriva, com mais perguntas que respostas em mãos.

Chambers

 

Por vezes a Netflix contrata grandes atores para protagonizarem suas séries, na expectativa de que elas atraiam uma audiência maior. Aconteceu assim como Gypsy, estrelada por Naomi Watts, bem como com Chambers. No caso da trama teen de terror, Uma Thurman foi escalada como a atriz principal de uma narrativa que acompanha uma jovem que começa a ter experiências sobrenaturais, em virtude de um transplante de coração.

No entanto, a produção não atraiu a atenção dos usuários e sua passagem pela plataforma de streaming acabou sendo completamente apagada, com muitos sem nem saber que de fato Thurman chegou a estrelar uma série original da Netflix.

 

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE