O especial de Natal do Porta dos Fundos para a Netflix está realmente dando o que falar. Intitulado ‘A Primeira Tentação de Cristo‘, a comédia não tem sido recebida com bons olhos por uma grande parcela do público.

Um grupo de cristãos criou um abaixo-assinado no Change.org exigindo que a Netflix retire o filme de seu catálogo. A petição já conseguiu mais de 400 mil assinaturas em apenas cinco dias. O objetivo é atingir 500 mil assinaturas.

“Pelo impedimento do filme de Natal da Netflix e porta dos fundos, por ofender gravemente os cristãos”, diz a descrição do abaixo-assinado.

Confira o abaixo assinado.

O especial incita uma relação amorosa entre Jesus e Satanás e ainda sugere que Cristo, Maria e José formariam um triângulo amoroso.

Em repúdio ao programa, o ator espírita Carlos Vereza verbalizou sua ira ao grupo, por meio de suas redes sociais. Em uma publicação, ele foi categórico:

“Vocês são safos, descolados, sub imitação dos filmes trash-refuse-pornô, supostos pós-modernos num país em eterno subdesenvolvimento. Idiotas pretensiosos, estafetas da Nova Ordem Mundial, que têm como pauta, desde a Escola de Frankfurt, a desconstrução da família e da religião. Nada de novo no front: fazer paródia de Jesus gay e de esquerda, talvez para sublimar desejos e inclinações mal resolvidas”.

Além dele, o vice-presidente da União dos Juristas Católicos de São Paulo (UJUCASP), o advogado Paulo Henrique Cremoneze alegou que a abordagem ofensiva do grupo em seus especiais natalinos configurariam abuso e atos blasfemos à liberdade religiosa.

Aproveite para assistir:

O jurista afirma que a prerrogativa de “liberdade de expressão” não é sinônimo de fazer ofensas debochadas e moralmente condenáveis de forma deliberada. Ao Pleno News, Cremoneze ainda estimula os cristãos a se posicionarem em formato de boicote:

“Uma garantia constitucional não pode jamais ferir outra. A atitude do Porta dos Fundos fere a liberdade religiosa e deforma profundamente o autêntico conceito de arte. Os cristãos de todas as confissões devem se unir em defesa dos valores fundamentais da fé e expor seu veemente repúdio ao filme, ao Porta dos Fundos e a própria Netflix”.

O especial já está disponível na plataforma.

Confira o trailer: