Antiga babá de Jeremy Renner endossa acusações contra o ator

Antiga babá de Jeremy Renner endossa acusações contra o ator



Jeremy Renner vem enfrentando diversas acusações por parte de sua ex-mulher, Sonni Pacheco, e por outros membros que residiam na antiga casa da família e, agora, novas informações vieram à tona.

Segundo uma antiga babá e amiga do ator, Renner, que já fora acusado de tentar matar Pacheco, estava em um bar com um conhecido e ambos começaram a conversar sobre suicídio e sobre a ex-esposa. Quando retornou para casa, a informante em questão disse que testemunhou o diálogo e até mesmo Renner disparando um revólver. As informações são do site TMZ.

Há alguns dias, o ator, que é conhecido por viver o Gavião-Arqueiro no Universo Cinemático Marvel, se pronunciou sobre as alegações por meio de um comunicado oficial emitido por sua assessoria.

Compartilhado também pelo portal TMZ, o comunicado reitera sua inocência e sugere que Sonni estaria mentindo, a fim de conquistar a guarda total da filha, de apenas seis anos.

Confira:

“O bem-estar de sua filha Ava sempre foi e continua sendo o foco principal de Jeremy. Esse é um assunto para a justiça decidir. É importante observar que as dramatizações feitas na declaração da Sonni são parciais, feitas com um objetivo específico em mente”.

Aproveite para assistir:


Entenda o caso

Sonni Pacheco recentemente preencheu os documentos legais para que o processo de custódia da filha Ava siga em frente, incluindo um testemunho que indica que Renner havia se drogado e se embebedado – e pior: fantasiado sobre a morte de Sonni. As informações são do TMZ.

Ela alega que, em novembro do ano passado, ator, conhecido por seu papel como Gavião Arqueiro no Universo Cinemático Marvel, estava em um clube e “começou a falar sobre ideias de matar sua mulher”, dizendo para quem quisesse ouvir que “ele não a aguentava mais e queria que ela se fosse”.

Veio a conhecimento do público também que a babá de Ava ouviu Jeremy dizendo que iria matar Sonni e depois matar a si mesmo, dizendo que “era melhor que [a criança] não tivesse pais do que ter [Sonni] como mãe”. Segundo relatos, “Jeremy colocou uma arma em sua boca e ameaçou se matar, atirando para o teto enquanto Ava estava dormindo em seu quarto”.

Pacheco também revelou que Jeremy tinha um passado conturbado com uso de substâncias ilícitas e abuso verbal e emocional, alegando que deixou cocaína em cima da pia do banheiro que seria facilmente alcançada pela criança.

O casal se separou em 2014, com Renner pagando a pensão de 13 mil dólares para Sonni – cujo valor pode aumentar se seu salário anual ultrapassar os 2,3 milhões.



COMENTÁRIOS