Há algumas semanas, foi revelado que ‘Doutor Estranho no Multiverso da Loucura‘ foi banido da Arábia Saudita e do Egito por trazer uma cena que faz referência à homossexualidade das mães de America Chavez (Xochitl Gomez).

Como os países mencionados são extremamente conservadores, a representatividade gay em mídia é estritamente ilegal.

Além disso, o longa também foi banido da China, um dos mercados mais lucrativos para o cinema por conta da quantidade de pessoas na região.



Até o momento, não foi revelado o motivo da decisão, mas o país não recebe um filme da Marvel Studios desde ‘Homem-Aranha: Longe de Casa‎‎‎‎’ (2019).

O mais novo filme do herói até recebeu aprovação por lá, mas não ganhou previsão de estreia.

Aproveite para assistir:

De qualquer forma, ‘Doutor Estranho 2′ já ultrapassou a marca de US$ 500 milhões pelo mundo em menos de uma semana em cartaz.

Através de um comunicado, o presidente da Disney comemorou o sucesso financeiro do título e disse que a restrição da China não é tão significativa e o estúdio está se saindo muito bem.



“Temos um longo histórico de sucesso, e uma forte base de fãs para nossas marcas e franquias neste mercado… Continuaremos a enviar nossos filmes para lançamento em qualquer país que queira receber nosso conteúdo. E vale a pena notar que, no momento em que estamos tendo alguma dificuldade em conseguir nossos filmes na China, o novo filme do ‘Doutor Estranho‘ está se saindo extraordinariamente bem.” (via Deadline).

Ele continuou:

“Portanto, estamos bastante confiantes de que, mesmo sem a China, isso não impedirá nosso sucesso, considerando a taxa de aceitação relativamente menor que obtemos por lá em relação ao resto do mundo.”



Lembrando que ‘Doutor Estranho no Multiverso da Loucura‘ já acumulou US$ 532,5 milhões ao redor do mundo.

Só nos EUA foram US$ 222,7 milhões, enquanto os outros US$ 309,8 milhões são provenientes do mercado internacional.

Assista à nossa crítica e siga o CinePOP no YouTube:



Não deixe de assistir: