Enquanto a Warner Bros continua trabalhando para expandir o Universo Estendido da DC, o estúdio ainda tem que lidar com o drama de seus astros.

Nas últimas semanas, Amber Heard afirmou que o processo movido por seu ex-marido Johnny Depp fez com que a Warner Bros. decidisse diminuir seu papel em ‘Aquaman 2‘.

No entanto, Walter Hamada, presidente da DC Films, negou a afirmação de Heard, segundo o THR.

Em seu depoimento no julgamento de difamação movido por Depp contra a ex-esposa, Hamada explicou que o papel de Heard foi reduzido porque ela não tinha química com o protagonista Jason Momoa:


“Eles não tinham muita química juntos. A realidade é que não é incomum que o casal de protagonistas não tenha química.. Isso é a magia do cinema, da edição. A capacidade de adicionar essa magia a um casal vem da trilha sonora e como você junta as peças, essa química é fabricada. No final do dia, quando você assiste ao filme, parece que eles têm uma ótima química. Mas eu só sei que ao longo da pós-produção, foi preciso muito esforço para chegar lá.”

Aproveite para assistir:



Ele continuou:

“Às vezes você apenas junta os personagens na tela e dá certo. Em outras, não. É como o que faz de uma estrela de cinema uma estrela de cinema. Você reconhece só de olhar. No caso de Heard e Momoa, a química não estava lá… Foi muito difícil fazer deles um casal convincente pela falta de química entre os dois.”

Hamada ainda reforçou que ‘Aquaman 2‘ nunca foi planejado como um filme romântico como o original.


Questionado diretamente como a trama afetaria o papel de Heard, ele disse que a sequência foi concebida “desde os estágios iniciais de desenvolvimento como uma comédia de amigos entre Aquaman e seu meio-irmão, o Rei Orm (Patrick Wilson).

Antes disso, Heard havia dito que precisou lutar muito para não ser descartada da sequência.

“Eu tive que lutar para permanecer no filme. Eles não queriam me incluir no filme. […] Eu acabei em uma versão bem reduzida daquele papel.”

Ela completa, “Eu recebi um roteiro, então novas versões dele em que todas as minhas cenas de ação haviam sido removidas. Sem entregar spoilers, seria uma luta entre a minha personagem e um outro personagem. Eles basicamente tiraram diversas cenas da minha personagem. Eles removeram diversas cenas.”

Vale lembrar que o abaixo-assinado pedindo a demissão da Amber Heard na sequência ‘Aquaman 2‘ já ultrapassou 4 milhões de assinaturas.


Aquaman e o Reino Perdido‘ foi adiado de dezembro deste ano para 17 de março de 2023.


 

 

Não deixe de assistir: