Harry Styles começou sua carreira como membro da extinta boyband One Direction, uma das mais bem sucedidas de todos os tempos. Mas não foi até investir em sua carreira solo que conquistaria fãs ao redor do mundo e, apesar de ter lançado apenas dois álbuns, já se mostrou como um versátil artista que merece nossa atenção.

Hoje (01), Styles completa 27 anos e, para celebrar seu aniversário e sua crescente e apaixonante arte musical, separamos uma breve lista com sete de suas melhores músicas.

Confira abaixo nossas escolhas e conte para nós qual a sua favorita:



7. SIGN OF THE TIMES

Álbum: Harry Styles

A potente e trágica balada “Sign of the Times” é uma mistura de pop rockglam rock que traz diversas influências do soul e do indie. Influenciado pelo rock britânico dos anos 1970, gênero que apareceria constantemente em suas incursões futuras, a história gira em torno de uma mãe que acaba de ter um filho e passa por obstáculos, sempre apostando no futuro da criança e esperando que ela conquiste o que quiser.

6. GOLDEN

Aproveite para assistir:



Álbum: Fine Line

Como abertura do narcótico Fine Line, o público é agraciado com a nostálgica e vibrante “Golden”, cujo próprio título nos arremessa de volta para meados dos anos 1980, pela sutileza dos sintetizadores e até mesmo pelo arranjo instrumental que acompanha os aplaudíveis vocais, transformando o que poderia ser mais uma mera música em uma ode soft-rock e pop enérgica.

5. ADORE YOU



Álbum: Fine Line

Outro dos belos singles de Fine Line insurge na forma de “Adore You”. Escrita ao lado de Amy AllenKid Harpoon, a faixa flerta com a contracultura do funk e até mesmo com os estonteantes e vibrantes instrumentais do disco clássico. Apesar do tema formulaico, que restringe-se nas incursões amorosas, Styles toma as rédeas de uma narrativa bem contada e extremamente coesa que é transposta para um dos melhores videoclipes do ano passado.

4. KIWI

Álbum: Harry Styles

Apesar de bem recebida pela crítica internacional, “Kiwi” não é a primeira música que nos vêm à mente quando pensamos em Harry Styles – motivo pelo qual merecia mais atenção. As homenagens ao hard rock trazem temas mais amadurecidos em comparação a outras canções, incluindo versos sobre drogas, uma femme fatale e um caso de uma noite com uma garota. Considerada uma das canções favoritas do cantor, a música também nos conquista por suas similaridades com a estética da banda Arctic Monkeys.



3. FALLING

Álbum: Fine Line

Em Fine Line, Harry destina um considerável espaço para declamatórios solilóquios românticos. A triste “Falling” pode até soar familiar para qualquer um que já tenha ouvido uma balada amorosa; porém, é a potente tecedura que nos ajudam a prosseguir nessa complicada e intrincada travessia, guiados por um impecável e metafórico liricismo que se ramifica para tracks conterrâneas.

2. LIGHTS UP

Álbum: Fine Line


“Lights Up” ganhou forma como o lead single de seu segundo álbum de estúdio – e foi uma escolha certeira, impecável, envolvente e vibrante. Mudando consideravelmente sua estética artística e mostrando que não pensava duas vezes antes de ousar. Celebrando a liberdade, o autodescobrimento e o empoderamento, Styles encarna o new age com força e se prova como uma estrela do rock legítima e necessária.

1. WATERMELON SUGAR

Álbum: Fine Line

Apesar das claras raízes que influenciam o artista em Fine Line, é visível que ele recusa a se deixar perder no tocante à identidade estética – coisa que vemos com urgência na dançante “Watermelon Sugar”, que se desvencilha das caixinhas pré-programadas sem deixar que se caia dentro do esquecimento. Inclusive, sua comercialidade é tão original e saudosista que é impossível não se apaixonar; e essa viciante envolvência é também fruto do conhecido auxílio de Kid Harpoon (que aproveitou trabalhos anteriores ao lado de Portugal. The Man Florence + The Machine para dar vida a essa rendição).

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva