Famoso por filmes como ‘Interestelar’, ‘Tenet’, ‘A Origeme a trilogiaO Cavaleiro das Trevas’, Christopher Nolan é um dos grandes defensores da experiência de assistir a um filme nas telonas do cinema.

No entanto, a Variety divulgou que o cineasta pode ser o próximo contratado da Netflix, seguindo os passos de Zack Snyder (‘Army of the Dead – Invasão em Las Vegas’) e Steven Spielberg (‘Amor, Sublime Amor’).

Para quem não sabe, Spielberg também assinou um contrato com a plataforma de streaming através de sua produtora, a Amblin Entertainment.

Em entrevista ao portal, o diretor de conteúdo cinematográfico da Netflix, Scott Stuber, comentou sobre as negociações envolvendo Nolan.



“Se e quando ele tiver a ideia para seu próximo filme, será sobre se poderemos ser a casa para ele e o que precisaríamos fazer para isso acontecer. Ele é um cineasta incrível. Farei tudo o que eu puder para atraí-lo. Nesse negócio, aprendi que você não pode ter ego. Se eu levar um soco, posso cair, mas me levanto de novo.”

Ironicamente, parece que Nolan está procurando um novo estúdio para chamar de lar depois que a Warner Bros. decidiu lançar seus filmes de 2021 na HBO Max junto com as estreias no cinema.

Aproveite para assistir:

Agora só resta aguardar para saber se a parceria de Nolan com a Netflix será mesmo firmada.

Enquanto isso, vale lembrar que o acordo assinado pela Amblin Entertainment é válido para a produção de “vários filmes por ano”.



Por meio de um comunicado oficial, Spielberg comemorou a nova união de forças, salientando o seu entusiasmo para contar novas histórias com o serviço de assinatura:

“Na Amblin, contar histórias estará para sempre no centro de tudo o que fazemos e desde o minuto em que Ted [Sarandos] e eu começamos a discutir uma parceria, ficou claro que tínhamos uma oportunidade incrível de contar novas histórias juntos e alcançar o público de diferentes maneiras. Esta nova jornada para nossos filmes, junto com as histórias que continuamos a contar com nossa família de longa data na Universal e nossos outros parceiros, será incrivelmente gratificante para mim pessoalmente, já que embarcaremos nela junto com Ted. E mal posso esperar para começar a trabalhar com ele, Scott e toda a equipe da Netflix“.

O CEO do streaming, Ted Sarandos, também comemorou a nova parceria – cujo valor não fora oficialmente revelado -, pontuando o quanto sua criação fora influenciada pelos icônicos longas de Spielberg:

“Steven é um visionário e criativo líder e, como tantos outros ao redor do mundo, meu crescimento foi moldado por seus personagens e histórias memoráveis ​​que têm durado por tantos anos e segue inspirando e despertando tantas pessoas. Mal podemos esperar para começar a trabalhar com a equipe da Amblin e estamos honrados e emocionados por fazer parte deste capítulo da história cinematográfica de Steven“.

Críticas à Netflix

Em março de 2018, Spielberg fez duras críticas aos serviços de streaming, afirmando que eles representavam “um perigo claro e presente” para o cinema, ao afastar os espectadores das telonas.

Na ocasião, ele ainda acrescentou que os filmes lançados na Netflix ou na Amazon Prime eram filmes de TV que mereciam ser considerados para o Emmy e não para o Oscar. Um ano depois, após ‘Roma‘, de Alfonso Cuarón (um lançamento da Netflix), ganhar o prêmio de Melhor Diretor e mais duas estatuetas do Oscar, Spielberg levou sua desaprovação diretamente ao Conselho de Governadores da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Seu argumento parece não ter se sustentado, considerando quantos filmes realizados por serviços de streaming ganharam indicações ao Oscar este ano.



Comentários

Não deixe de assistir: